Indivíduo ata corda ao pescoço e suicida-se na Cruz do Papa

23/07/2012 00:06 - Modificado em 23/07/2012 00:10

Na manhã de domingo, foi encontrado sem vida, um homem de nome João Silva, de 31 anos, na localidade de Cruz D´ Papa. Amarrou uma corda ao pescoço e atou-se com ela na cruz colocada no local para assinalar a passagem do Papa João Paulo II por São Vicente.

 

Os moradores suspeitaram que se  tratava de um enforcamento, por isso alertaram a Policia Nacional . Por seu lado, as autoridades sanitárias realizaram as diligências necessárias e após o levantamento do corpo confirmaram que o sujeito se suicidou.

O indivíduo, que é oriundo de Santo Antão, amarrou uma corda ao pescoço e atou-se com ela na cruz, que dá nome a localidade de Cruz D´ Papa. Foi encontrado por alguns moradores que residem nas imediações do local, porém já não apresentava sinais vitais. Deste modo, os residentes accionaram a Polícia Nacional, que se deslocou ao local na companhia dos bombeiros, das autoridades sanitárias e efectivos da Polícia Judiciária.

De acordo com informações colhidas junto da autoridade criminal, João Silva pôs termo a sua própria vida. Isto porque os sinais recolhidos no terreno indiciaram a prática de um suicídio  com auxílio de uma corda. A Polícia Judiciária não precisou o período em que o sujeito se enforcou, mas segundo as diligências realizadas pela autoridade científica o acto aconteceu na madrugada de domingo.

O corpo do indivíduo foi retirado do local por volta das 12 horas e conduzido para a casa mortuária do Hospital Baptista de Sousa, onde foi a enterrar na tarde de domingo. João Sílvio deixou três filhos e residia na zona de Chã de Tilisa, em Fonte Inês. Os familiares de Silva dizem não encontrar argumentos para tal atitude, mas o certo é que em menos de dois anos, João viu falecer os pais e posteriormente um irmão que perdeu a vida num acidente de viação na ilha do Fogo.

 

  1. Michon

    Eu acho que o pessoal aqui de noticias do norte deviam procurar saber mais sobre algumas noticias que estes tem vindo a publicar pq não é a primeira vez que divulgam uma noticia em que este não condiz na totalidade a verdade isto pq foi o pai do joão que faleceu sim mas a 1 ano e dois meses e em relação ao suposto irmão aqui referênciado trata-se de um rapaz da mm zona que faleceu sim na ilha do Fogo mas sem nenhum grau familiar que joão, apenas eram amigos e que a sua mãe se encontra viva gracas a Deus, obrigada gostaria de ver a referida noticia corrigida e mais um vez obrig

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.