Mulher desiste do processo criminal contra o ex-companheiro por duas vezes consecutivas

4/12/2014 08:16 - Modificado em 4/12/2014 08:16
| Comentários fechados em Mulher desiste do processo criminal contra o ex-companheiro por duas vezes consecutivas

VGB10Uma mulher de vinte e três anos pede a desistência do processo criminal contra o ex-companheiro, porque depende financeiramente do pai do seu filho.

 

Mulher vítima de violência baseada no género, no espaço de oito anos pede pela segunda vez para desistir do processo criminal contra o ex-companheiro com quem teve uma relação conjugal. Desta relação o ex-casal teve um filho.

Em 2012, a ofendida foi agredida com uma pedra na cabeça pelo  companheiro. O caso foi a Tribunal, mas a ofendida pediu para desistir do caso visto que ele se encontrava fora da ilha.

Um ano depois, a mulher foi novamente agredida fisicamente com pedras e pontapés pelo mesmo companheiro que a ameaçou  matá-la. A mulher voltou a apresentar queixa contra o arguido e, agora, pediu novamente a desistência do caso, porque encontra-se desempregada e não consegue trabalhar devido a um acidente de que foi vítima.

A mulher é totalmente dependente do ex-companheiro, visto que é ele quem sustenta o filho, motivo pelo qual decidiu perdoar pela segunda vez o ex-companheiro.

O arguido confessou o crime e defendeu que se tornava violento por causa das provocações da ex-companheira que chegava a casa alcoolizada, facto confirmado pela própria ofendida.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.