Vulcão do Fogo:E depois do pior dia?

3/12/2014 07:24 - Modificado em 3/12/2014 07:24

Saulo Montrond20O 10ª dia da erupção foi pior : um hotel , uma escola , 37 casas , centenas hectares de terreno fértil  foram consumidos pelas lavas . Para se ter a ideia da destruição ocorrida ontem , basta dizer que nos dias anterior foram destruídas  52 casas . No terreno os repórteres descrevem um cenário dantesco :  lavas avançando sobre as casas e a impotência dos homens . O 10 º  dia  provou mais uma vez a imprevisibilidade da erupção vulcânica : um dia de acalmia não é sinal de outro dia calmo , nem um dia agitado é pronúncio de um dia calmo . Por estes dias o belo mostro dita as sua leis e faz render a Deus as esperanças , até  , do chefe da Protecção Civil  que no ultimo jornal da RCV  profetizava “ queira Deus  que está madruga seja tranquila  ,porque quando vamos dormir não sabemos o que vai acontecer”

Portela: 30 casas destruídas desde a madrugada  com a lava no centro do povoado
Hélio Semedo, técnico da Protecção Civil, disse a RCV que na madrugada de hoje foram destruídas trinta casas na zona da Portela. E desde o início da erupção foram destruídas 56 casas o que dá para avaliar a destruição que ocorre na madrugada desta terça-feira. Visto que mais de metade das casas destruídas em nove dias de erupção aconteceu hoje, Também não escaparam o Hotel Pedra Braba e a Escola Central. O repórter da RCV, Orlando Rodrigues, descreve um canário dantesco onde “ se assiste a lava a chegar quase de mansinho, a encostar nas casas, para logo a seguir se assistir a implosão das mesmas. O repórter disse que assistiu a implosão de seis casas no meio de gritos, choros e impotência para depois ver as lavas a seguir galgarem por cima do que restou das casas. Refere que as lavas que entram pela rua principal do povoado da Portela escorrem á velocidade de 60 metros por hora e são do tipo fluido que avança rapidamente.

Aumento da actividade eruptiva: “ existe a probabilidade de existirem lavas mais fluídas com maior capacidade de destruição”
A coordenadora da equipa de vulcanólogos da UNICV disse a RCV, às 13 horas, que “ constatamos que há uma frente de lava intensa que se desloca a 60 metros por hora e que estão mais fluídas do que ontem “. Também refere que houve um incremento do dióxido de enxofre expelido para ao ar que passou de 8. 500 toneladas diárias para 9.500 toneladas que foi subindo ate atingir os 11.500. Em consequência disse sublinha a vulcanóloga, está-se a originar lavas mais fluídas a saírem do cone vulcânico. Sônia Silva disse a RCV que acredita que as lavas que estão a correr desde a madrugada de hoje não são as mais fluídas “ existe a probabilidade de existirem lavas mais fluídas “. Portanto com uma maior velocidade e consequentemente com capacidade de destruição

Portela : Hotel e escola central consumidos pelas lavas
As lavas que aumentaram de intensidade , esta madrugada , tragaram a Escola Central e o Hotel pedra Braba , na localidade da Portela . É o fim anunciado deste localidade  que a cerca de  4 dias viu o seu destino traçado quando a  torrente de lava mudou de direcção  e começou a atingir as primeiras casas da localidade . A lava que se desloca  a dois metros por  em cada doze minutos ameaça varrer do mapa a localidade da Portela .

  1. Romira

    https://www.youtube.com/watch?v=LLkm028N9e0

    Não deixem de ver este video de sensibilização.

  2. Eduardo Oliveira

    O vulcão entrou em erupção e a culpa não pode ser imputada ao Governo. Mas se este não tomou as devidas previdências logo apôs o aviso do técnico espanhol estamos perante negligência ou incompetência e os foguenses podem exigir contas por danos morais e materiais.
    Temos mais uma prova do que dà o excesso de Centralização.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.