Secretário-geral da ONU quer acabar com a sida até 2030

1/12/2014 07:49 - Modificado em 1/12/2014 07:49
| Comentários fechados em Secretário-geral da ONU quer acabar com a sida até 2030

ONUO secretário-geral da ONU, Ban Ki-Moon, pediu aos líderes mundiais que se comprometam a acabar com a Sida até 2030 através da iniciativa “Abordagem Rápida”, lançada na última semana. “Apelo aos líderes mundiais para se unirem nesta causa comum. Há uma luz ao fundo do túnel. Estabelecemos uma meta concreta. Vamos todos acabar com a SIDA até 2030”, disse Ban Ki-Moon numa mensagem divulgada no âmbito do Dia Mundial da Sida. 

 

Ban Ki-moon manifestou-se “satisfeito e orgulhoso” pelo que considerou ser o “caminho certo” na luta contra aquela doença, cujo legado disse ser já vísivel comparado à do vírus do Ébola na África Ocidental. “Quase 14 milhões de pessoas em todo o mundo estão a receber tratamentos da sida. Conseguimos reduzir novas infeções em 38%, desde 2001”, prosseguiu o secretário-geral da ONU na sua mensagem, em que agradece a dedicação dos parceiros que ajudam a combater a doença.

Depois de salientar que os sistemas médicos por si só não são suficientes para garantir “cuidados de saúde robustos”, Ban Ki-Moon apelou a mais apoios para combater a doença porque, destacou, “existem 35 milhões de pessoas a viver com o Vírus da Imunodeficiência Humana (HIV, na sigla em inglês) hoje em dia e cerca de 19 milhões delas não têm conhecimento que contraem o vírus”.

cm.pt

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.