Dia 4: as lavas impõem a sua vontade e 5º dia começa com o “credo na boca“

27/11/2014 07:28 - Modificado em 27/11/2014 07:28
| Comentários fechados em Dia 4: as lavas impõem a sua vontade e 5º dia começa com o “credo na boca“

lavasAfinal o dia quatro foi o pior dia . As lavas abrandaram, mas os estragos foram maiores por que entraram na localidade de Portela destruído 15 casas, 14 cisternas, duas casa desabitadas e 1 5 currais. O dia de hoje começa com “ o credo na boca “ quando o centro da Portela  espera pelas lavas . Só um milagre pode salvar a escola Central e o Hotel.

 

As lavas avançam mais devagar mas fazem mais estragos. Hotel Pedra Braba em risco

O fluxo das lavas continua a diminuir, mas devido a orografia estão a fazer mais estragos e já penetraram no centro de Portela. O correspondente da RCV em Santa Catarina do Fogo, informava que já foram destruídas 12 casas na localidade da Portela e que o Hotel Pedra Braba está  em risco. Este desfecho já tinha sido previsto de manhã pelo Professor Moniz que dizia:”  a partir do momento em  que as chamas alcançarem a casa do senhor Juvenal de Berta, todas as moradias do centro da Portela estarão em risco ”

No período da manhã havia três frentes de lava que se deslocavam entre 1 a 3 metros por hora, mas a frente que se aproximava da localidade de Portela deslocava-se com maior velocidade devido a orografia plana do local.

Sónia Silva informou que vão continuar fazer a monitorização da velocidade, mas que constataram que “ a velocidade aumenta em função da topografia “. E é isto que se verifica no terreno: diminuição da velocidade das lavas, mas mais estragos devido a orografia do terreno a entrada da zona da Portela.

 

Confirma- se no terreno a previsão do geofísico: lavas deslocam -se a 5 m por hora
09:19 No terreno confirma-se a previsão do Serviço Nacional de Meteorologia e Geofísica no sentido do abrandamento  da deslocação das lavas. Com efeito as lavas que ontem se deslocavam a 15 metros por hora agora estão a deslocar-se a 3 metros por hora. De acordo as informações avançadas, ontem  a RCV  pelo   geofísico Bruno Lima as lavas vão parar nas próximas horas. O movimento de abrandamento foi detectado ,ontem , por volta das  13 horas  através do equipamentos de monitorização da actividade do vulcão do Fogo  .E hoje de manhã essa previsão foi confirmada no terreno . Assim tudo indica que nas próximas horas as lavas podem parar e  a erpução entrar numa segunda fase  que de acordo com o geólogo será caracterizada  unicamente pela emissão de cinzas, bombas, gases, material fragmentado. Bruno Faria assegura que em termos geofísicos “ o cenário de catástrofe que existia de manhã diminui e caminha para o fim”

 

actualizada ás 09.44m

 

Lavas já atingiram 5 casas e põem em risco o centro da Portela
09:15 As lavas estão a 5 metros de atingir as primeiras casas na localidade da Portela. E chegando a esse ponto  vão agora percorrer um caminho plano, o que pode aumentar a velocidade da deslocação. Por isso as autoridades temem que muitas habitações possam ser destruídas. As consequências podem ser minimizadas porque as lavas, que ontem se deslocavam a 15 m por hora , agora estão a deslocar-se  a 5 metros. O problema é a orografia à entrada da Portela que é plana e vai aumentar a velocidade. De acordo com o professor Moniz  da UNICV   ouvido pela RCV  ” a partir do momento que as chamas alcançarem a casa do senhor Juvenal de Berta , todas as moradias do centro da Portela estarão em risco ” De acordo com esse docente ” se o cenário se mantiver  o centro   , onde estão o hotel Pedra Braba e a Escola Central, será atingido .

actualizado as 10.01 .

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.