Jovem indiana morta por resistir a tentativas de violação

26/11/2014 07:54 - Modificado em 26/11/2014 07:54
| Comentários fechados em Jovem indiana morta por resistir a tentativas de violação

indiaUma jovem morreu no norte da Índia, sucumbindo às queimaduras infligidas por um grupo de homens como castigo por ter resistido às suas tentativas de violação, informou esta quarta-feira a polícia.

Na Índia os ataques sexuais continuam a ocorrer, numa base quase diária, apesar da revolta, em 2012, com contornos internacionais, desencadeada pela morte de uma estudante, de 23 anos, vítima de violação coletiva num autocarro. A polícia indiana prendeu quatro homens alegadamente envolvidos no ataque, ocorrido depois de a menina, de 15 anos, ter saído de sua casa no estado do Uttar Pradesh no passado domingo, dia 16. A família da jovem disse à polícia que seis homens arrastaram-na para o interior de casa depois de ela se opor aos seus gestos obscenos e às tentativas de lhe tocarem, explicou o superintendente local RK Sahu.

Os homens depois encharcaram-na de querosene e atearam-lhe fogo como castigo em Shahjahanpur, a 277 quilómetros a sudeste de Nova Deli, de acordo com a família da menina. A jovem foi transportada para um hospital local, mas morreu na sequência dos ferimentos na noite de domingo, informou o mesmo responsável. “Quatro dos seis acusados foram detidos.

Todos pertencem à mesma cidade e à mesma casta da menina”, detalhou, acrescentando que as polícias prosseguem as buscas pelos outros dois suspeitos.

cm.pt

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.