Erupção no Fogo: os perigos dos gases expelidos

26/11/2014 07:30 - Modificado em 26/11/2014 07:30

vulcão FogoA avaliação da equipa técnica que acompanha a actividade era no sentido que a actividade vulcânica apresentava um carácter mais explosivo com colunas eruptivas constituídas por gases e cinzas vulcânicas, para além de outros materiais. Era ainda possível constatar três frentes de avanço da lava e a formação de sete bocas eruptivas.

A preocupação volta-se agora para a concentração de gases tóxicos que provocam dores de cabeça, tonturas e olhos vermelhos às pessoas. O Presidente do Instituto Nacional de Meteorologia e Geofísica, em entrevista à RCV, diz que o instituto quer monitorar a concentração dos gases emitidos. “Estarão dois técnicos a trabalhar com a estação pelo menos para podermos monitorar a concentração desses gases que são emitidos pelo vulcão e, com isso, emitir alertas do nível de concentração dos gases”, explicou o presidente. Isto com o objectivo de conhecer a concentração de gases prejudiciais à saúde na atmosfera. Isto, para além do trabalho diário de monitorizar o comportamento do vulcão depois da erupção.

Pede-se às pessoas expostas que usem máscaras e bebam muita água para combaterem a desidratação.

  1. borges

    nhos nu djunta nu reza pa nos irmoncis de fogo

  2. Eloisa Aguilera

    na realidade ha que estar atentos a essa situacao dos gases,nao pode-sse atuar com negligencia,pois agora tal vez nao tenham sintomas,mais no futuro podem apresentar problemas de sause,tem muitos testimunhos de volcaes no mundo que sao os gases os que mais afetam a saude humana que o entorno geografico,quera Deus que os niveis de toxicidade sejam baixos e nao tenham concecuencias.

  3. Maria José

    Só mentira desse presidente. O INMG nao tem condicoes técnicas nem humanas para monitorar os gases ou emitir qualquer alerta. Quaquer alerta que venha a ser emitido pelo INMG é uma propaganda falsa, um bluff e sem credibilidade. Infelizmente doi-me dizer isso mas em Cabo Verde tudo é gerido no dia-a-dia. Nao há ciencia, nao ha pesquisas, nao ha estudos, nam se pensa no futuro. Sinceramente.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.