Os piores massacres dos últimos 20 anos nos EUA

22/07/2012 22:31 - Modificado em 22/07/2012 22:31
| Comentários fechados em Os piores massacres dos últimos 20 anos nos EUA

O ataque num cinema de Denver é um dos piores ocorridos em tempo de paz nos Estados Unidos. O mais mortífero ocorreu na universidade de Viginia Tech.

 

16 de Outubro 1991: Um homem mata 22 pessoas num restaurante de Killeen (Texas) e deixa feridos mais duas dezenas, antes de se suicidar.

20 de Abril de 1999: Em Littleton (Colorado), dois estudantes abrem fogo no liceu de Columbine. Doze alunos e um professor morrem, os atiradores suicidam-se.

29 de Julho de 1999: Depois de matar a mulher e os dois filhos, um especulador bolsista de 44 anos dispara contra duas sociedades de corretagem em Atlanta (Geórgia), matando nove pessoas. Depois suicida-se.

21 de Março de 2005: Em Red Lake (Minnesota), um adolescente de 16 anos mata no seu liceu nove pessoas, incluindo cinco alunos, antes de se suicidar.

16 de Abril de 2007: Um estudante de 23 anos de origem coreana mata 32 pessoas antes de se matar na Universidade de Viginia Tech, em Blacksburg (Virginia). O massacre é o pior da história dos Estados Unidos em tempo de paz.

24 de Dezembro de 2008: Um homem disfarçado de Pai Natal dispara contra os participantes de uma festa em Covina, subúrbios de Los Angeles, matando nove pessoas antes de se suicidar.

10 de Março de 2009: Um homem em fúria mata dez pessoas, incluindo a sua mãe, em três localidades do Alabama (sul) e suicida-se em seguida.

3 de Abril de 2009: Um homem de origem vietnamita abre fogo contra um centro de acolhimento para imigrantes em Binghamton (Estado de Nova Iorque), matando 13 pessoas. De seguida mata-se.

5 de Novembro de 2009: Um psiquiatra militar de origem palestiniana lança-se no pior tiroteio registado dentro de uma base militar americana, matando 13 pessoas e ferindo outras 42, antes de ser ferido e detido.

12 de Outubro de 2011: Na estância balnear de Seal Beach (California), um homem em disputa com a ex-mulher pela guarda do filho abre fogo no cabeleireiro onde ela trabalhava e mata oito pessoas, incluindo a ex-mulher. É detido após o tiroteio.

2 de Abril de 2012: Um coreano de 43 anos mata sete pessoas e deixa feridas outras três na universidade religiosa de Oikos (Califórnia), antes de se entregar à polícia. O atirador matou metodicamente as suas vítimas depois de as ter alinhado contra um muro.

20 de Julho de 2012: Pelo menos 14 pessoas morrem e cerca de 50 ficam feridas num ataque levado a cabo por um homem num cinema em Aurora, perto de Denver (Colorado).

 

 

 

 

 

 

jn.pt

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.