Surpreendido a roubar um porco: amarrado e agredido pelos donos do animal

21/11/2014 07:19 - Modificado em 21/11/2014 07:19

porcosUm indivíduo que roubou um porco foi amarrado e agredido  na zona da Ribeira de Julião. Tudo indica que o acto de agressão terá sido realizado  pelos donos do animal.

Começa a  ficar esclarecido o caso noticiado por este online “Ribeira de Julião: Homem agredido e amarrado foi abandonado no matagal”. O NN apurou que o individuo em causa terá sido surpreendido a roubar uma porco e os donos do animal resolveram fazer justiça comas próprias mãos : o indivíduo foi abandonado num matagal depois   de  amarrado nas mãos e nos pés,   com cordas que lhe provocaram feridas profundas e inflamações por todos os membros. Na altura não foi apresentada queixa nem de roubo , nem da agressão e por isso a história “estava mal contada”.

Mas o individuo agredido já apresentou queixa na PN  que agora procura identificar as pessoas que o amarram como um porco depois de ter sido surpreendido a roubar um porco .

 

 

 

 

 

  1. Atento

    Mas que descaramento deste bandido, e ainda se acha no direito de apresentar queixa, se fosse noutro país poderia ser morto e enterrado e nunca mais se sabia do individuo. Eu como comandante da minha esquadra jamais gastaria o dinheiro publico na investigação de um caso destes. Há pessoas inocentes e vitimas de casos sérios que precisam e estão a precisar de apoio, mas os direitos humanos e leis de republica de bananas, que beneficiam os bandidos, impeçam que a justiça seja feita. È pra vala….

  2. Txuk ê séb!!!!!!!!!1

    Bo tive o ke bo merece marak, bo kere dono de porcos???????
    Defeitoso bé pa troboi honeste!

  3. meca

    até os ladrões podem irem fazer queixa a PN. Devia constituir advogado de defesa pelos direitos humanos. Viva o Estado da Justiça em Cabo Verde.
    No dia que roubar na Procuradoria quero ver se eles vao defender os direitos humanos

  4. Sinceramente

    el é é bom descarot, por isso kes devia era liquidal log, assim ca tava tcha testemunha, vassilões

  5. buzòd

    compade ped pis em vez txuk el kme catxorr, gosturdia la na ribeira d’julion grande abòl la ri la la lalalaallari la la

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.