CABNAVE: vai recrutar mão-de-obra para manutenção de barcos chineses

20/11/2014 07:16 - Modificado em 20/11/2014 07:16

Navio Praia d Aguada na CABNAVEA CABNAVE vai ter de recrutar cerca de sessenta pessoas para poder dar vazão ao trabalho que vai ser realizado nos dez barcos chineses que estão ancorados no Mindelo. Esta confirmação foi dada pelo PCA da CABNAVE, Baltasar Ramos, à RCV. “Naturalmente que vamos ter de recrutar e esse é o aspecto positivo porque sempre que temos um aumento mais significativo de volume de trabalho temos de recrutar e há disponibilidade no mercado”, salienta o PCA.

Outro aspecto levantado é o montante que vai trazer para a economia local. Prevê que a manutenção dos barcos vai custar cerca de 300 mil euros . “Mas representará mais do que isso para a economia local tendo em conta o consumo que fazem no mercado. Os fornecimentos aos navios são uma operação que vai ultrapassar em termos financeiros o valor que a CABNAVE vai arrecadar”, perspectiva Baltasar Ramos.

Mas esta operação também servirá para a CABNAVE contrabalançar as perdas resultantes de outros trabalhos que foram cancelados.

  1. POIS É

    E NÃO VÃO OUVIR A OPINIÃO DOS QUE ERAM CONTRA? NÃO VOU DIZER INCLUSIVE O NN, PARA PODEREM PUBLICAR O MEU COMENTARIO

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.