OE de 2015: Felisberto Viera satisfeito apesar dos pesares

19/11/2014 07:09 - Modificado em 19/11/2014 07:09

felisberto vieiraO Orçamento do Estado (OE) para 2015 é o tema na Assembleia Nacional no âmbito da jornada aberta promovida pelo grupo parlamentar do PAICV. Este posiciona-se pelo optimismo perante o OE de 2015 que corresponde ao valor de 56 milhões de contos.

 

O líder parlamentar do PAICV, Felisberto Vieira, disse à RCV que não obstante a crise internacional e do ano da seca em Cabo Verde o Orçamento de Estado para 2015 é inclusivo. Felisberto Viera justifica que o OE mobiliza recursos externos e internos fase aos desafios do crescimento, da criação emprego e da coesão social. O líder parlamentar do PAICV afirma que haverá uma estabilidade orçamental que reduzirá as despesas de funcionamento que permitirá ter recursos para investir no sector social, assim como o OE permite criar maiores condições para o sector privado.

Floresvindo Varela, Mestre em Economia, por sua vez concentra-se na entrega de poderes aos municípios, no qual considera um dos maiores desafios do OE de 2015 e afirma que “ deverá manter o orçamento dos anos anteriores, porém deverá haver um esforço em aumentar os recursos aos municípios para criação do emprego com também para contornar o mau ano agrícola” logo considera que deverá ter um programa de emergência para fazer face ao mau ano agrícola e que não deverá estar incluído no OE 2015.

  1. Gastão Elias

    Muita parra e pouca uva. Diga a Cabo Verde, Sr. Vieira, destes 56 milhões quantos são destinados ao serviço da dívida; quantos milhões são dos impostos e quantos milhões da ajuda de países amigos e quantos de deficit orçamental; a redução das despesas de funcionamento significam quantos %s; Cite números para que se possa compreender, já que não há aumento salarial para os reformados e nem para os activos. VERDADE FALE VERDADE.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.