Ministra garante sustentabilidade da dívida pública

14/11/2014 07:30 - Modificado em 14/11/2014 07:30

cristina duarteCristina Duarte, Ministra das Finanças, diz que o Grupo de Apoio Orçamental garantiu que o Governo conseguiu manter a sustentabilidade da dívida pública. “Não é magia e tenho dito basicamente é o facto do Governo ter sido firme em termos de mobilizar somente financiamento concessional para infra-estruturar o país”, como justifica a Ministra. E acrescenta que este feito reflecte “o elevado stock de volumes mobilizados” e também porque esta mobilização foi essencialmente “quase na sua totalidade diria, dinheiro barato”, como fez saber Cristina Duarte.

Em relação ao Orçamento de Estado para 2015, Cristina Duarte diz que conseguiram “provar ontem à missão do GAO que o Governo está a cumprir o acordado, que se deu mais um passo de consolidação orçamental”.

 

Reacções ao orçamento

Ainda no que concerne o Orçamento de Estado para 2015 o documento não é consensual entre o PAICV e a oposição. Adalberto Silva do MpD, diz que “o orçamento vem na continuidade da engorda do Estado, que vem empolar o endividamento público, mantendo o elevado nível do deficit público”. E acrescenta que o Orçamento não vem resolver o baixo crescimento da economia e muito menos do desemprego”.

Conclui afirmando que apesar de ser o último Orçamento desta legislatura é “um Orçamento que mantém a política teimosa do Governo”.

Alcídio Tavares do PAICV mostra-se agradado com o Orçamento. Para este deputado, este Orçamento “procura recentrar os investimentos públicos”. Diz ainda que “vai haver um reforço de acções tendentes a garantir a mobilização de água para o desenvolvimento da agricultura e um reforço do emprego público”. E acredita que as medidas “reformistas” que vêm sendo implementadas vão ter um impacte positivo no que concerne ao alargamento da base da tributação e ao aliviamento da carga fiscal sobre o trabalho dependente, “o que vai significar o reforço da disponibilidade de recursos para o consumo”, como refere.

  1. Silvino Silva

    O Alcídio Tavares virou especialista de orçamentos. Sabem qual a formação académica dele ? Procurem saber. O Governo vai aumentar os impostos, sacrificar os funcionários e os reformados para sustentar o Orçamento, que antes demais vai gastar 1/a das receitas pagar as dívidas e assim irá ser por mais de 30 anos. É isto que a Ministra ganhou com a dívida concessional, feita para a construção de estradas e outras obras que não dão receitas directas a não ser através de taxas, como são as estradas.

  2. Silvino Silva

    2015 irá ser um ano muito difícil. O PAICV com nova liderança irá fazer tudo á custa do orçamento do Estado para limpar a cara diante dos cabo verdianos e a situação dom país vai agravar. A grande massa da população ainda não percebeu que vai pagar as barragens, que dependem das chuvas e mesmo chovendo não vai gerar receitas para pagar a dívida, o povo vai pagar a Casa para Todos já que quem habita as casas não tem rendimento para pagar. Depois vem as estradas, portos e aeroportos.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.