Promove formação para deficientes visuais

13/11/2014 08:14 - Modificado em 13/11/2014 08:14
| Comentários fechados em Promove formação para deficientes visuais

deficientes visuaisA ADEVIC – Associação dos Deficientes Visuais de Cabo Verde promoveu no Mindelo, no dia 12, a 20 portadores de deficiência visual, uma formação virada para o consumo.

 

Vinte portadores de deficiência visual das ilhas de Santo Antão, São Vicente e São Nicolau participaram numa formação sobre a defesa do consumidor, promovida pela ADEVIC, Associação dos Deficientes Visuais de Cabo Verde.

A iniciativa advém do projecto “Cabo Verde vai ver melhor os cegos”. O objectivo é promover e garantir o respeito dos direitos dos deficientes como cidadãos consumidores.

Os participantes da formação mostraram-se satisfeitos. Crisanto Lopes é deficiente visual da ilha de São Vicente, terminou a sua licenciatura em Serviço Social, e diz estar neste momento melhor preparado, pois passou a conhecer novos direitos que desconhecia e que diz exigir quando lhe são negados. Para este participante, a iniciativa deveria repetir-se mais vezes porque deixa os deficientes mais cientes dos seus direitos.

A formadora Dolinda Dias considera que a formação muito irá servir aos deficientes visuais, visto que muitos assuntos eram desconhecidos, não conheciam muitas leis e passaram agora a estar cada vez mais cientes, daí que é necessário passar a conhecer os direitos e exigi-los quando necessário.

A formação serviu ainda para trocas de experiência, de oportunidade onde os deficientes puderam falar das dificuldades encontradas no dia a dia. A mesma considera “uma discriminação” quando um deficiente se dirige a um banco para solicitar um cartão vint4 ou um cheque e lhe são negados porque não têm condições de visão.

Outros temas abordados durante a formação são o do livro de reclamações e do atendimento prioritário.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.