Operação Perla Negra: tripulantes do iate negam envolvimento no tráfico

12/11/2014 07:03 - Modificado em 12/11/2014 07:03

CocainaO NN sabe que os dois tripulantes do iate suspeito de transportar os 521 quilos de cocaína do Brasil para Cabo Verde, negaram perante o juiz o  envolvimento na operação. Uma linha de defesa que se estriba no facto dos dois não terem sido apanhados juntamente com a droga. Isto porque foram detidos na cidade do Mindelo, junto do Hotel Dom Paco e no iate que estava na baía não foi encontrada droga.

 

Mas não se sabe ainda, nem os advogados, o que a PJ tem no processo para ter optado por deixar o iate descarregar a cocaína em Salamansa  e depois deter os tripulantes e apreender o iate sem droga. Normalmente este tipo a operação é registada pelas câmaras fotográficas da PJ, como aconteceu na operação Lancha Voadora e se a PJ documentou o desembarque da droga a tese dos dois tripulantes cai por terra. Mas se não existem provas, poderemos vir a assistir ao longo das sessões de julgamento, a um caso parecido com o dos dois cidadãos lituanos detidos com 26 quilos de cocaína encontrados no iate  Tortuga  e que negaram sempre serem os donos. EM  2010 o juiz não foi nessa ladainha e aplicou-lhes uma pena de 10 anos de prisão.

E agora  juiz na sessão do primeiro interrogatório de arguido preso não foi nessa conversa e decretou prisão preventiva.

  1. rui

    Isso tudo e fruto de estado de justiça e esse gr insegurança qno t vive nesse País. E vai piorar

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.