Governo dá a mão à palmatória e recua

11/11/2014 10:21 - Modificado em 11/11/2014 10:21
| Comentários fechados em  Governo dá a mão à palmatória e recua

Humberto BritoA ministra das Finanças, Cristina Duarte, depois de ter defendido que Brito “era o homem certo para o lugar certo “  admite que o Governo irá indicar um outro sucessor para Governador do Banco de Cabo Verde, isto porque a nomeação do ex-Ministro do Turismo, Indústria e Energia, Humberto Brito, tem sido alvo de polémica inclusive dentro do PAICV, uma vez que alguns consideram esta nomeação inconstitucional. Assim, o Governo dá a mão à palmatória e reconhece que a indicação de Humberto Brito não é uma nomeação segura e unânime por todas as forças técnicas, políticas e sociais, reconhecendo que não vale a pena forçar.

Na segunda-feira, a Ministra das Finanças disse à RCV que o Governo recuou na decisão de manter Humberto Brito como novo Governador do Banco de Cabo Verde. A Ministra Cristina Duarte admite que houve muita polémica em torno desta nomeação, inclusive dentro do próprio PAICV e também por parte da oposição.

A Ministra das Finanças justifica que a nomeação de Humberto Brito foi feita através de um posicionamento político, porém, “houve várias posições e pareceres técnicos, em particular, houve um parecer técnico claro que nos disse que estamos perante uma incompatibilidade” e, sendo assim, o Governo recua na proposta de nomeação do ex-Ministro do Turismo, Indústria e Energia, Humberto Brito. A Ministra das Finanças acrescenta que o recuar do Governo é uma posição de humildade, isto porque houve vários posicionamentos, isto é, muita polémica que se desenvolveu no seio político e social de Cabo Verde acerca da nomeação do Governador do Banco de Cabo Verde. Desta forma, o Governo dá “a mão à palmatória” e reconhece que a indicação de Humberto Brito não é uma nomeação segura e unânime por todas as forças técnicas, políticas e sociais logo, não vale a pena forçar e arruma-se a questão do sucessor de Carlos Burgo à frente do Banco de Cabo Verde, no que toca ao quase sucessor Humberto Brito. Todavia, a questão será retomada ainda no decorrer do mês de Novembro, isto porque a Ministra das Finanças assegura que o nome do sucessor será revelado ainda este mês.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.