VBG: Indivíduo com pena suspensa agride e ameaça de morte a ex-companheira

7/11/2014 06:54 - Modificado em 7/11/2014 06:54

vgbUm indivíduo acusado de ter agredido verbalmente e fisicamente a sua ex-companheira está a ser ouvido pelo Tribunal da Comarca de São Vicente. O arguido que se encontra sob pena suspensa por ter agredido a mesma mulher, sentou-se pela segunda vez no banco dos réus, acusado da prática do mesmo crime.

 

O Tribunal da Comarca de São Vicente procedeu ao julgamento de um indivíduo de 27 anos acusado de ter agredido verbalmente e fisicamente a sua ex-companheira depois de se ter despido completamente, com o objectivo de violar a vítima.

O arguido que se encontra sob pena suspensa, voltou a ocupar o banco dos réus por estar constantemente a insultar e a agredir fisicamente a sua ex-companheira.

O caso aconteceu no dia 14 de Janeiro, na zona de Pedra Rolada quando o arguido foi a casa da ofendida para agredi-la com socos na cara e pegadas no pescoço. Em Tribunal ficou provado que o indivíduo arrombou a porta e agrediu verbalmente e fisicamente a vítima, agarrando-a pelo pescoço.

A ofendida mostrou-se desesperada com a situação e diz desejar viver num clima de paz, mas tal não será possível se o arguido continuar a perturbá-la em todos os sítios em que a encontra.

Embora o arguido tenha sido preso em flagrante delito, perante o Tribunal o mesmo negou qualquer violência e diz que a ofendida prometeu fazer de tudo para o ver na prisão.

O MP considerou não convincentes os argumentos do arguido que não conseguiu conter a pena suspensa e continuou a agressão contra a sua ex-companheira que declarou ter medo do arguido. O arguido incorre numa pena de três anos de prisão.

A leitura de sentença será realizada no próximo dia 10 de Novembro pelas 11 horas.

  1. Mario

    “…ter agredido verbalmente e fisicamente a sua ex-companheira”. Num portugues correcto, seria ” ter agredido verbal e fisicamente a sua ex-companheira”.

  2. Fifi

    Oh Mário, tcha d Puxá saco d NN…

  3. Maria Fortes

    O problema é uma mentalidade nociva do homem caboverdiano. Ele deseja todas as mulheres deste Mundo e uma vez em posse de uma mulher esta passa a ser mais uma das suas propriedades privadas.

    Ele sempre pensa que uma mulher nunca pode dar por terminada uma relação pois ele sente-se tocado no seu ego e usando todos os meios impede a mulher de continuar a sua vida. O pior ainda é que um grande número desses homens perdeu a sua dignidade e andam a “chular” as mulheres sem o minimo de vergonha. Alias e nestes casos a culpa é das mulheres que deixam ser exploradas. E o pior ainda que tudo isso acontece nao só no seio das camadas populares mas tambem no seio das chamadas pessoas de sociedade.

    E para confirmar este minha opinião é uma vergonha ver tantos jovens, fortes, saudáveis e valentes, estendendo a mão “dá-me dez escudos, pagá-me um grogue” enquanto as mulheres labutam dia e noite para o seu sustento e dos filhos que na maioria é abandonada pelos “pseudo-pais”

    O homem caboverdiano, (aqueles que sao) já perdeu todo o seu respeito próprio e dignidade.

  4. UVID IMPE

    Mentalidade nociva do caboverdeano?Como kexe amdjer kexe tt mata na portugal,na brasil,EUA,kexe K exe t cose oi e boka nas arabias etc kexe home la tem mentalidade do k??o problema tt volta global e advem do facto k nôs homens k t gosta de perde,mas tb nesse rol de maus perdedores tem alguns mulheres e esse jornal ja noticia uns 2 casos..amdjer k po se marido t dormi na terraço junto ma txuk,amdjer ta gredi marido e kebral carro e afirma perante juiz kel tt bai continua..etc por um t dze na briga

  5. UVID IMPE

    continuação…de marido e mulher ninguêm deve mete colher,mas sim txa justiça dita se sentença pq t existi LEI pa resolve isso…VBG…

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.