Rússia testa novo míssil

3/11/2014 00:09 - Modificado em 3/11/2014 00:09

russiaDepois de nos últimos dias bombardeiros russos forçarem a NATO a fazer cerca de 30 interceções junto ao espaço aéreo europeu, nomeadamente junto da costa portuguesa, a Rússia testou ontem um míssil intercontinental capaz, segundo os russos, de iludir o escudo antimíssil dos EUA.

O míssil Topol-M foi o primeiro criado após a queda da União Soviética e o teste de ontem, que oficialmente visou “confirmar a elevadíssima precisão dos mísseis Topol”, pode ser visto como um aviso aos EUA.

Com alcance de 11 mil quilómetros, o míssil pode transportar até seis ogivas nucleares. O lançamento foi feito a partir de Plesetsk, junto da Finlândia, e o alvo foi atingido no Pacífico, a milhares de km. Recorde-se que na quinta e na sexta-feira, F-16 portugueses intercetaram quatro bombardeiros russos junto da costa portuguesa.

cm.pt

  1. Fernando

    Este Putin esta a esticar a corda demais, no final acaba como Hitler. Ou pensa que tem alguma hipótese numa guerra com a NATO? Mas quanto a mim estamos na presença de um esquizofrênico tal e qual Hitler.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.