Grupos de rejeição devem se sujeiar ao quadro sanitário vigente

3/11/2014 00:09 - Modificado em 3/11/2014 11:31
| Comentários fechados em Grupos de rejeição devem se sujeiar ao quadro sanitário vigente

vacinaA campanha de vacinação contra a poliomielite arrancou no dia 31 de Outubro e durará até ao dia 03 de Novembro. A Ministra da Saúde, Cristina Fontes, realça a importância da vacina contra a poliomielite e pede aos pais que não hesitem em vacinar os seus filhos.

 

A Ministra da Saúde afirma que desde 2001 Cabo Verde não tem casos de pólio, mas relembra que há países desenvolvidos que deixaram de fazer a vacinação e voltaram a ter casos de pólio. Neste sentido, a Ministra da Saúde realça a importância da campanha, porém, Cristina Fontes disse à RCV que existem grupos que pontualmente, por motivos religiosos e por desconhecimento das leis, rejeitam a vacinação, assim como alguns estrangeiros residentes em Cabo Verde. Desta forma, Cristina Fontes pede que se sujeitem ao quadro sanitário vigente no país, porque em Cabo Verde a vacina contra a pólio é obrigatória.

Com a campanha de vacinação contra a poliomielite, o Ministério da Saúde pretende  vacinar cerca de 53 mil crianças com menos de cinco anos. A Ministra da Saúde assegura que é necessário continuar a fazer a vacinação contra a poliomielite, porque é bom para as crianças e afirma que “vivemos numa região onde existe a poliomielite e a vacinação é a forma de evitar que a poliomielite volte a afligir Cabo Verde”.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.