Escola de Chã de Marinha: Aluno agride colega com uma pedrada no olho

3/11/2014 00:04 - Modificado em 2/11/2014 22:57

pedra_maoUma aluna do sexto ano da Escola de Chã de Marinha foi agredida por um colega de turma com uma pedrada no olho e teve que ser assistida pelo Centro de Saúde de Ribeira de Craquinha.

 

Uma aluna da Escola de Chã de Marinha, em São Vicente, foi atingida por uma pedra perdida resultante de pedras atiradas entre um grupo de alunos.A menina  que não fazia parte da briga levou com uma pedrada no olho e teve de ser levada para Centro de Saúde de Ribeira de Craquinha, onde foi curada.

Segundo o NN apurou o aluno que atirou a pedra foi impedido de jogar futebol pelos colegas  e começaram a atirar pedra uns aos outros, atingindo no olho esquerdo da aluna que se encontrava brincando com as amigas no pátio da escola durante o intervalo. O caso aconteceu na passada sexta-feira, quando os alunos se encontravam no intervalo.

A professora acompanhou a aluna até o Centro de Saúde de Ribeira de Craquinha, onde veio a ser assistida pelo médico de serviço. Foi apresentada queixa a PN para que fosse passada a guia de tratamento.

Segundo o relato da vítima, depois da agressão o aluno dirigiu-se á casa, onde foi encontrado pelos policiais. Minutos depois de a professora ter saído do Centro, regressou acompanhada do aluno agressor que mostrou-se arrependido e prometeu pedir desculpas a ofendida.

A aluna encontra-se fora de perigo, apenas sofreu escoriações externas ao redor do olho esquerdo.

  1. AJL

    Atos desses nao podem ficar impunes, de arrependimento inferno esta cheio e depois não diminui nem a dor nem traumas da lesada. E por isso que os professores estão perdendo estribeiras, animais desses so com chicotada ja que ninguem , nem mesmos os que os fabricaram, sem querer, os consegue convencer a se portarem como gente. Faltam-nos a educação caseira, farinhas do mesmo saco. A sociedade podera melhorar-se com criação de casas de correção para esses mais jovens descomportamentados.

  2. naima

    Nesses casos é preciso um corretivo forte e seguro para servir de exemplo.

  3. Migridjim

    Correctivo ao aluno e aos pais que não eduquem os filhos e depois da nisso. Boa parte de tud o cte acotnece ne nos sociedade é culpa e da má educação caseira.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.