Moradores pedem iluminação pública para garantir segurança

31/10/2014 07:47 - Modificado em 31/10/2014 07:47

iluminação publicaLombo Tanque, Atrás Je t’aime, é classificado pelos moradores como um lugar perigoso e escuro durante a noite. Antónia dos Santos, que mora no local há cerca de 25 anos, diz que não tem receio de falar sobre o local uma vez que ela diz ter assistido a vários assaltos durante a noite. E os moradores sentem que esta situação poderia ser resolvida com a colocação de uma iluminação pública adequada. E a iluminação pública é a principal preocupação e reivindicação dos moradores.

 

“Uma autêntica escuridão”, assim é classificada a noite em Atrás Je t’aime pelos seus moradores. O local é um caminho de passagem para quem vai para Pedra Rolada. E este caminho não é aconselhável pelos moradores devido aos perigos que residem no local. O principal tem a ver com a segurança de quem por aí passa. António dos Santos diz que já perdeu a conta de ouvir gritos de pessoas que foram seguidas e assaltadas. Dona Tanha, com trinta anos na zona, sublinha também o facto de muitos terem sido assaltados.

O objectivo destes moradores é que se faça algo de forma que tenham iluminação na rua para a segurança das pessoas em todos os seus aspectos. Contam que foi feito um abaixo-assinado para que a zona estivesse no centro da atenção por parte da edilidade mas que ainda estão à espera de resposta.

De alguma forma, sentem que todos estão a pagar pela iluminação pública e, por isso, querem tirar proveito também. E como Edson, morador na zona, diz “a população tem mesmo falta de luz”. E fazem deste aspecto algo importante que querem ver solucionado pelas autoridades de forma a poderem estar em segurança. Dona Tanha conta que quando viram colocar os postes de iluminação pública perto da zona, ganharam esperança mas “nunca chegaram onde queriam”.

  1. Iluminação Pública é uma das maiores problemas que temos nas zonas

  2. J. Matos

    Infelizmente é a Câmara que temos em S. Vicente, existe dinheiro para umas coisas e para outras näo, talvez se gastassem menos dinheiro em concertos na rua de Lisboa teriam mais dinheiro para iluminaçäo das zonas publicas, para o saneamento etc, etc.

    Vivem sempre de mäo estendida de dinheiros que säo mal aproveitados em prol da sociedade e agora descobriram mais uma fonte a UNITEL para camufularem o que metem ao bolso com Baia das Gatas e Reveillons, parem de mandar areia para os olhos do povo.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.