Estado da Justiça: as “comadres” acusam-se sabendo que são cúmplices e culpadas

28/10/2014 07:20 - Modificado em 28/10/2014 07:20

assembleia nacionalO Estado da Justiça de Cabo Verde foi o tema em debate na Assembleia Nacional, na cidade da Praia, no dia 27.Entre críticas e acusações, os dois partidos não demonstraram coesão no debate, isto porque o PAICV acusa o Mpd de nada contribuir para a melhoria do Estado da Justiça em Cabo Verde, enquanto que para o MpD, o partido do Governo mantém o mesmo discurso ao longo dos anos e revela falta de acção. Ou seja as  “comadres” acusam-se  sabendo que são cúmplices e culpadas no estado em que a Justiça está em Cabo Verde

 

O PAICV acusou a oposição de fazer figura de “estátua”, ou seja, o deputado José Manuel Andrade considera que o MpD nada faz para melhorar o Estado da Justiça em Cabo Verde e acrescenta que “a oposição prefere lavar as mãos e desresponsabilizar-se face aos desafios que o sector coloca”. Isto é : “nem fumo nem mandode do MpD” para a contribuição da melhoria do Estado da Justiça.

Porém, o deputado do PAICV declara à RCV que apesar da postura da oposição, “os avanços conseguidos nos últimos tempos são evidentes”. Para sustentar as suas afirmações, José Manuel Andrade assegura que “os números contidos nos relatórios de 2013 apresentados pelos Conselhos Superiores das Magistraturas Judicial e do Ministério Público falam por si”.Acrescenta que cada ano, verifica-se um aumento da produtividade das Procuradorias e dos Tribunais, salvo os Tribunais de Justiça, cujo deputado do PAICV reconhece uma ligeira diminuição. No entanto, a deputada do MpD, Filomena Gonçalves, refuta as afirmações do PAICV e garante que “se trata de uma visão cor-de-rosa da bancada do PAICV com discurso do passado e com a mesma falta de acção”.

Filomena Gonçalves declara à RCV “que o país enfrenta um disparar de crimes tanto na complexidade e gravidade quanto em quantidade e, consequentemente, um avolumar-se de processos pendentes” sustentando a sua crítica em relação ao discurso do PAICV. Por outro lado, o MpD em debate sobre o Estado da Justiça em Cabo Verde coloca sobre a mesa a instalação do Tribunal Constitucional e considera que o PAICV está a adiar sucessivamente a sua instalação, o que constitui um bloqueio ao sistema de administração da justiça.

  1. imigrante

    Those people talk too much. They all friends ,they just there to make their money,nothing else.
    They dont care about the people,only thing they care is the money they going to make.
    They all full of c….

  2. Carlos Silva - Ralão

    Todo o clima de guerra, ou projeto de guerra, e de ofensas durante os debates é tudo uma farsa. Se alguém tem dúvidas, fiquem a porta do parlamento ou na escada principal na saída do mesmo, irão observar que os deputados dos diferentes partidos sairão juntos para irem almoçar nos melhores restaurantes da capital, regados de bons vinhos e gargalhadas. Meus caros cidadãos, uns são padrinhos, cunhados, sócios de empresas de outros…, NÃO SE ENVOLVAM E NEM SE DEIXEM ENGANAR NESSA FARSA.

  3. Silvério Marques

    Eu não compreendo. Um governo eleito, com maioria absoluta, tem reformas do sector aprovadas no parlamento. Vem queixar que o outro, cuja missão é fiscalizar o que foi feito e não foi feito, nada tem feito para que o sector da justiça avance. O deputado que fez esta acusação deveria ser mais explícito e dizer. A nível das reformas que exigem o voto de 2/3 dos deputados, apresentamos diplomas que fariam avançar a justiça e o fiacalizador votou contra. Afinal quem governa ?

  4. Silvério Marques

    Eu não compreendo. Um governo eleito, com maioria absoluta, tem reformas do sector aprovadas no parlamento. Vem queixar que o outro, cuja missão é fiscalizar o que foi feito e não foi feito, nada tem feito para que o sector da justiça avance. O deputado que fez esta acusação deveria ser mais explícito e dizer. A nível das reformas que exigem o voto de 2/3 dos deputados, apresentamos diplomas que fariam avançar a justiça e o fiacalizador votou contra. Afinal quem governa ?

  5. Abigail

    CARLOS SILVA-RALÃO…

    A TUA IRMÃ VANDA LOIRA É UMA DAS QUE ANDAVA À PROCURA DUM TACHINHO. JÁ TEM A DIRECÇÃO DO CENTRO DE EMPREGO….ESPEREMOS OS PRÓXIMOS EPISÓDIOS….TENS RAZÃO…NÃO NOS DEIXEMOS LEVAR PELAS FARSAS…É TUDO À BASE DOS “COMPADRINHOS”

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.