Hospital do Sal: Mãe e recém-nascido estiveram 10 horas à espera no Serviço de Urgências

22/10/2014 07:42 - Modificado em 22/10/2014 07:42

Hospital do salAdriano Fortes está indignado com o serviço do hospital na ilha do Sal, isto porque a esposa e o filho recém-nascido estiveram ontem, dia 20, no serviço de urgências do Hospital do Sal com um tempo de espera de 10 horas. A Delegada de Saúde, Ana Paula Santos, defende que foi um dia assoberbado para os técnicos de serviço com pacientes em observação e com seis partos a serem feitos no Hospital do Sal.

 

Adriano Fortes denuncia à RCV a situação da esposa e do filho recém-nascido com trinta dias que estiveram no serviço de urgências do Hospital do Sal das 10 horas às 20 horas para serem atendidos pelos médicos. Desta forma, o denunciante garante que existem casos idênticos e diz que dá a cara em nome de muitos que se sentem lesados pelo serviço de urgências do Hospital do Sal. Porém, muitos têm receio de fazerem denúncias.

Adriano Fortes considera que o tempo de espera é muito e classifica a situação como abusiva, anormal e desagradável. Assegura que não foi respeitada a prioridade, no caso em concreto, de uma mãe com uma criança de colo e acrescenta que a mãe estava febril o que agrava o ocorrido no dia 20 de Outubro no Hospital do Sal.

Por outro lado, a Delegada de Saúde Ana Paula Santos diz que os técnicos de serviço tiveram muito trabalho com os pacientes sob observação e acrescenta que tiveram seis partos no dia em que mãe e o recém-nascido tiveram 10 horas à espera para serem atendidos assim como afirma Adriano Fortes à RCV. Contudo, a Delegada de Saúde alega que dantes as enfermeiras podiam passar receitas, mas agora, todos os pacientes têm de ser observados pelos médicos o que implica mais tempo de espera. No entanto, assegura também que há casos que não são de urgência e que os pacientes deveriam marcar uma consulta, mas preferem dirigir-se ao serviço de urgências.

  1. john

    Por favor alguém que me esclarece…Dra Ana Paula é Delegada de saúde ou Directora do Hospital????Nao há separação dessas entidades????ou é vontade de aparecer???

  2. Salense caboverdiano

    Enquanto não houver a Descentralização vamos para pior.
    Cada Ilha a governar-se dentro da medida. A Capital so com o que deve ser para indispensàvel

  3. roxana aguilera

    ..q tiene a ver q ese dia hubo 6 partos ?? todos ocurrieron exactamente en el tiempo q espero esta PUERPARA ?? cuantos CLINICOS para atender ??,as puerparas se COMPLICAN en un segundo !!!! ,e’ entonces q nao apareces para declarar ,claro referente a estadisticas ,pq el HdS nao e’ tu responsa . Q mania de importante ,joder !! La Carla es tan diferente .faz como jmn ,desaparece para superarte ,haz un curcillo un reciclado . Muito bem Sr Fortes . VALIO !!

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.