Porto Novo: Trabalhadores acusam subempreiteiro de lhes pregar calote e sumir

17/10/2014 07:34 - Modificado em 17/10/2014 07:34

patrão dá caloteO subempreiteiro que fazia trabalho para a empresa CVC, Construções de Cabo Verde, está a ser acusado de pregar calote aos trabalhadores que prestavam serviço em trabalho de hidrografia no concelho do Porto Novo, ilha de Santo Antão.

 

O subempreiteiro em causa contratou trabalhadores para prestarem serviço à empresa CVC Construções de Cabo Verde, afim de realizarem um trabalho de hidrografia. Os quinze trabalhadores alegam que o subempreiteiro recebeu o dinheiro e viajou para a cidade da Praia sem efectuar os respectivos pagamentos.

Esses pais e chefes de família dizem não saber como e nem a quem reclamar o pagamento de um mês e quinze dias de trabalho, sabendo que o empreiteiro não é conhecido e a empresa fica sediada na ilha de Santiago.

Elzo Ferro um dos trabalhadores lesados lamenta a situação e diz que se sente triste porque as pessoas trabalham para obter o sustento dos filhos e quando não se recebe é algo desmotivante e que indigna qualquer trabalhador.

O mesmo afirma que o subempreiteiro que trabalhava para a CVC que lhe concedeu o trabalho para executar, recebeu o dinheiro e viajou logo de seguida para a cidade da Praia e os trabalhadores ficaram sem receber os salários. O entrevistado adianta que tentaram ligar várias vezes ao subempreiteiro, mas este não responde.

O mesmo diz que apresentaram queixa à Polícia e, agora, aguardam o desenrolar do caso, porque já não há mais nada a fazer.

Tentámos contactar o subempreiteiro, mas tal não foi possível. Contactámos ainda a empresa CVC, mas até agora não obtivemos qualquer retorno.

 

 

 

 

 

  1. Lili de Paula-Olanda

    Ningém ta fiá num cabode mod a Armande de den hagg!!!… Empesáre ele, só na Cabo Verde mod li na Olanda NINGÉM TITÁ FIÁ NESS VIGARISTA!!!!!! SANCENT TMÁ CUIDOD!!!…

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.