Insegurança: Mindelenses querem mais polícias nas ruas

15/10/2014 07:40 - Modificado em 15/10/2014 07:40

mindeloPessoas e residências são assaltadas diariamente, muitas vezes à luz do dia, uma situação que tem vindo a instaurar um clima de medo e de insegurança no seio dos cidadãos que apelam pela presença da polícia nas ruas.

 

Os casos de assaltos a pessoas e a residências tornou-se num acto muito frequente, gerando nas pessoas muito medo e receio de serem assaltadas. O clima de insegurança instalou-se no seio dos cidadãos, muitos dizem terem medo de sair à rua para não serem assaltados.

Os cidadãos receiam que o clima de insegurança volte a tomar contornos mais graves, à semelhança da insegurança que se fazia sentir há três anos quando os grupos de gangues não davam sossego à sociedade.

Pedro Neves acredita que a insegurança só deverá diminuir quando houver polícias nas ruas fazendo rondas e colocando ordem. “Quantas pessoas foram assaltadas e mortas devido a assaltos na rua. O Governo ainda não tomou medidas para combater a criminalidade”. A sua crítica vai directamente à Ministra da Administração Interna que prometeu colocar mais polícias ao serviço dos cidadãos, mas tal não se vê na realidade.

Cândida, da zona de Monte Sossego, diz que viu a sua casa assaltada à luz do dia quando saiu para trabalhar e até agora os objectos roubados não foram identificados. A mesma reconhece que haverá segurança quando houver um maior número de polícias nas ruas para fazerem o trabalho exclusivo que é o de assegurarem a tranquilidade e protegerem os cidadãos.

Givanilson, diz que muitas vezes, ao passear de carro pelas ruas da cidade do Mindelo, de dia ou de noite, não se encontra um polícia. “As ruas estão desertas, nalgumas partes escuras gera-se um clima que provoca receio nas pessoas que por ventura se encontram a sair do trabalho, da escola ou até mesmo a passear”. Para Givanilson, não há condições para dar um passeio com os filhos porque os cidadãos não estão seguros.

  1. mAKI

    em santiago colocaram forças armadas nas ruas. Deve-se fazer o mesmo para SVicente.

  2. CHUBENGA

    Ficar em casa é a melhor solução enquanto uns são a favor e outros contra (MPD) policias militares nas ruas, pov ta bsut!

  3. Fiat Lux

    Mais que polícias nas ruas, precisamos é de polícias à paisana. Polícias fardados desencorajam os maus e só os afastam de um dado local. O povo deve fazer também a sua parte já que a polícia não consegue estar em todos os locais. Qualquer movimentação estranha ou ação, a polícia deve ser acionada e o povo pode mesmo ir mais longe e prender os malfeitores e chamar a polícia. Se queremos paz social, todos devemos contribuir, pois não há polícia que chegue para colocar um em cada esquina ou beco.

  4. Carlos Mendes

    Desde de 2006 o Comando da PN em S. Vicente nao foi aumentado sequer um Policia A populacao aumentou, ha mais crimes, ha um Aeroporto internacional, ha mais Esquadras Policiais mas o numero de policias continua na mesma. A policia faz os possiveis com os meios que tem a sua disposicao. 55% dos meios de mobilidade estao velhos e dificulta a Operacionalidade da Policia.

  5. Manny Pereira

    pode nao haver Policias para os bandios mas recebi uma coima por estar mal estacionado custou me 10,000.00 escudos tive que pagar a multa em duas contas i uma delas penso que vai na conta de un bom servico Policial que por sinal nao correm nenhum risco de serem surprendidos

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.