”é hora de acabar com indecisões em relação a São Vicente“

13/10/2014 07:52 - Modificado em 13/10/2014 07:52

Foto0215Ulisses Correia e Silva, presidente do MPD diz que sem estratégia não há desenvolvimento e que todos os militantes, simpatizantes e amigos do MPD devem estar focados na equipa adversária, construindo um percurso de confiança de capital político importante para vencer os próximos embates eleitorais.

 

Para Ulisses Correia e Silva, presidente do MPD, sem estratégia não há desenvolvimento: “discutir de uma forma aprofundada uma estratégia de desenvolvimento para São Vicente, para fazermos todas as avaliações, mas para encontrarmos um caminho e encontrarmos políticas que possam resolver os problemas de São Vicente”.

Porque sem estratégia não há desenvolvimento, o MPD vai manter a regionalização na agenda política nacional, “levar a administração mais próxima, aproveitar melhor os recursos e as potencialidades de cada ilha, desenvolver factores de competitividade em cada ilha, transformar cada ilha numa economia capaz de gerar empregos, rendimentos e riquezas, mas com alguém que se responsabilize pela governação da ilha”, realça Ulisses Correia e Silva.

Em declarações a RCV O presidente do MPD afirma que está na hora de acabar com as indecisões em São Vicente: “indecisão relativamente ao papel do Porto Grande e da vocação marítima de São Vicente, indecisão no sector do turismo e ter ideias claras relativamente ao desenvolvimento do turismo em São Vicente, indecisão relativamente ao papel de São Vicente na cultura, pois não basta declarar que é capital da cultura, é preciso ter conteúdo”.

O presidente do MPD, afirma que todos devem evitar atrasos de risco e chegarem a acordo dentro do partido, “mesmo que haja algum erro, mesmo que haja algum passo mal feito, alguém tem de compensar. Antes de dar um juízo de valor e acusar é preferível perguntar e chegarmos a um melhor acordo. Esta é a atitude que precisamos dentro do MPD”.

  1. Eduardo Oliveira

    Prometer é tão fàcil que là vão quase 40 anos que està sendo cumprida a decisão do Aristides Pereira que prometeu “20 anos de purgatôrio a S.Vicente”. O primeiro Governo PAIGC cumpriu, o MpD seguiu e o segundo PAIGC continuou. Total: dobraram o castigo numa descarada desmesura. E a ilha retrocedeu com a perda de emblemas nacionais e dos seus filhos (os coberdes/vendidos) que voltaram as costas à ilha mãe e fizeram a genuflexão à capital e seus mandatàrios.
    Fala Ulisses, faz como o teu tival.

  2. Rivelino Soares

    É mesmo verdade. Primarias é so fachada. Como disse o outro, sempre as mesmas famílias que nos tem na oposição há 15 anos: família Monteiro, Delgado, Soares, etc. Até os cães e gatos do quintal deles tem o MPD capturado em S.Vicente. Pena é que o João Gomes não é homem para fazer face a isto. Derrota à vista, infelizmente para o povo mindelense pq o PAI também não é solução.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.