Aumenta o número de doentes mentais: Centro de Acolhimento encontra-se lotado

13/10/2014 07:26 - Modificado em 13/10/2014 07:27

saude mentalNuma altura em que o número de doentes mentais aumenta na ilha, o Centro de Acolhimento de Doentes Mentais da Câmara Municipal de São Vicente, neste momento, não tem condições para receber mais pacientes.

 

O responsável pelo Centro de Acolhimento de Doentes Mentais, Aguinaldo Monteiro considera que a situação “é preocupante”, com tendência a aumentar. Uma situação complicada quando muitos familiares solicitam o internamento dos seus doentes e o centro não dispõe de recursos para dar resposta à demanda.

Aguinaldo diz que a situação “é preocupante tendo em conta que todos os dias aparecem cada vez mais doentes mentais, ficando as famílias que recorrem ao Centro desesperadas porque o mesmo não dispõe de condições para acolher mais pacientes, pois o espaço encontra-se lotado”. É de referir que o Centro de Acolhimento de Doentes Mentais da Câmara Municipal de São Vicente acolhe diariamente um total de cinquenta doentes.

Segundo este responsável, “muitas pessoas desconhecem a origem das doenças mentais e não estão habituadas a lidar com essa situação, pelo que, mal se verifica uma situação de doença mental na família, isso acaba por ser um choque, pois agrava ainda mais a situação da família, mormente quando a mesma possui fracas condições financeiras, pois é ela que acata com as despesas, os custos de medicamentos, o vestuário, um espaço adequando para acolher o doente”.

Transtornos mentaisO mesmo avança que existem famílias com doentes mentais em casa que vivem situações difíceis, com apenas uma pensão de quatro mil e novecentos escudos. O responsável apela à sociedade e às autoridades para se lançarem num “trabalho extra-hospitalar tendo em conta que a situação tem vindo a tomar contornos graves”, a unirem-se para discutirem a situação.

Monteiro apela ainda à sociedade para que quando um doente se encontra descompensado para ajudá-lo e apoiá-lo, informar os familiares ou os centros de apoio em vez de fazer dele um objecto de gozo, tal como aconteceu com o doente que foi exposto de forma ridícula nas redes sociais.

  1. José Delgado Mendes

    Aconselho a qualquer um a fazer uma visita ao Centro de acolhimento e avaliar o trabalho social que representa para a nossa cidade. Veja com olhos de ver a postura actual de alguns dos doentes que antes deambulavam pelas ruas da cidade causando dó e repulsa pelo seu estado de degradação e abandono. Se puder dê uma ajuda , pois ao que parece os nossos governantes da Praia NUNCA lá foram fazer uma visita e perguntar se têm falta de alguma coisa. E esses doentes são assim punidos pelo único

  2. José Delgado Mendes

    e esses doentes são assim punidos única e simplesmente porque o Centro foi ideia da Camara Municipal , inimiga a abater e enxovalhar pelo todo poderoso governo.
    Coisas de criança mimada. Os pobres coitados estão pagando pelo crime de estarem na cidade do Mindelo. Leviandade extrema desses meninos mimados e todo poderosos.
    Nem ministros nem chefes de serviço , nem secretários de estado, ninguém dependente deste Governo pode ir fazer uma visita ao Centro de Acolhimento de Doentes Mentais .

  3. Irene Fontes

    Lamentavel, Sr. Mendes !!!
    Os politicos são tortos e os nossos são viciosos. Nunca se lembram de visitar um Hospital quanto mais um asilo pela simples razão de nem um nem outro ter gente susceptivel de ser comprado no momento de votar
    Ministério dos assuntos sociais ou de saùde é ocupado por politicos sanguessugas Nunca se lembram de nomear um especialista, um Médico. Nem sequer um Director-Geral saido da profissão

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.