Não atribui vagas para universidades portuguesas

10/10/2014 00:17 - Modificado em 10/10/2014 00:17
| Comentários fechados em Não atribui vagas para universidades portuguesas

camara ribeira grandeA Câmara Municipal da Ribeira Grande decidiu que vai ajudar nos estudos somente cerca de 80 jovens do Concelho a nível das universidades nacionais. Para isso, vai disponibilizar uma ajuda que vai até 50 por cento das propinas nas universidades cabo-verdianas.

 

A Câmara Municipal da Ribeira Grande, suspendeu este ano lectivo, a atribuição de vagas para as universidades portuguesas aos jovens do Concelho, por causa de dificuldades com os vistos e os aumento dos gastos das famílias com os filhos que estudam no exterior.

Orlando Delgado, presidente da CMRG, afirmou à Inforpress que “tínhamos várias vagas para universidades portuguesas, mas decidimos suspender a atribuição dessas vagas por causa das dificuldades na obtenção dos vistos” e pediu aos pais para pensarem no assunto para os próximos anos.

O edil ribeira grandense salienta que tem protocolos com algumas universidades que têm vindo a colaborar com a Câmara Municipal na redução das propinas.

O Presidente da Câmara Municipal sublinhou que a formação profissional também tem merecido atenção especial por parte da edilidade da Ribeira Grande que assinou um protocolo com o Instituto do Emprego e Formação Profissional, no sentido de dispensar, igualmente, a ajuda necessária aos jovens que optem pela formação profissional.

O NN sabe que a Câmara Municipal vai apoiar cerca de 80 jovens universitários do Concelho com o pagamento até 50 por cento das propinas nas universidades nacionais que têm protocolos de colaboração assinados com o Município.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.