Curdos e islamitas em confrontos na Alemanha

9/10/2014 07:47 - Modificado em 9/10/2014 07:47
| Comentários fechados em Curdos e islamitas em confrontos na Alemanha

alemanhaMais de 20 pessoas foram feridas em confrontos entre curdos e militantes islamitas na noite de terça para quarta-feira na Alemanha, numa ilustração do risco de importação do conflito sírio na Europa, referiram esta quarta-feira responsáveis policiais.

 

Os confrontos mais violentos decorreram em Hamburgo, onde vivem 35 mil curdos, com um balanço de 14 feridos, quatro com gravidade, segundo um balanço divulgado esta quarta-feira pelas autoridades. Em Celle, a norte de Hannover, nove pessoas, incluindo quatro agentes policiais, também ficaram feridos em distúrbios similares.
Em Hamburgo, dezenas de manifestantes curdos que protestavam contra o “massacre” da organização Estado Islâmico (EI) na cidade síria de Kobane, de maioria curda, envolveram-se em confrontos com cerca de 50 militantes islamitas junto a uma mesquita no centro da cidade. A polícia tentou de início evitar incidentes, mas os dois grupos acabaram por se reforçar, cada um com cerca de 400 participantes, muitos munidos com bastões e armas brancas.
Durante a noite, pequenos grupos continuaram a envolver-se em confrontos. A polícia recorreu a canhões de água, enquanto os ‘media’ alemães relataram diversos estragos materiais, incluindo em lojas e veículos. Segundo a polícia foram detidas 22 pessoas.
Para além de Hamburgo e Celle, também decorreram ações de protesto na cidade de Dortmund.

 

cm.pt

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.