Direita francesa conquista o Senado

29/09/2014 07:43 - Modificado em 29/09/2014 07:43
| Comentários fechados em Direita francesa conquista o Senado

françaOs partidos da direita conservadora francesa anunciaram este domingo que recuperaram a maioria no Senado, numa eleição parcial que constitui mais um revés para os socialistas, no poder.
A Frente Nacional vai entrar pela primeira vez na câmara alta do Parlamento, com dois eleitos, o que foi saudado pela líder do partido de extrema-direita, Marine Le Pen, como “uma vitória histórica”.
A UMP, partido do antigo presidente Nicolas Sarkozy e principal força da direita, e os seus aliados da UDI ganharam de 10 a 20 lugares, afirmaram vários dirigentes da UMP com base em resultados parciais da segunda volta.

Sufrágio municipal de Março foi determinante para o terceiro revés eleitoral
A UMP e a UDI precisavam de conquistar apenas sete lugares à esquerda para conseguirem uma maioria de 175 lugares em 348. A direita tinha perdido o controlo do Senado em 2011.
Estas eleições constituem o terceiro revés eleitoral para os socialistas, no governo, após as municipais de março e as europeias de maio.
O resultado das municipais é determinante para esta eleição dado que os senadores são eleitos por sufrágio indireto por um colégio de grandes eleitores, maioritariamente representantes locais

 

cm.pt

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.