Dezasseis anos de prisão: Amarante é condenado pela morte de Sandra

29/09/2014 07:40 - Modificado em 29/09/2014 07:40

Imagem de prisãoO Juízo Crime da Comarca de São Vicente no Mindelo, decidiu sentenciar Amarante Neves com dezasseis anos de prisão e uma indemnização de seiscentos contos à família da vítima, pelo assassinato da ex-companheira na zona de Fundo Toneca, bairro da Ribeirinha.

 

Amarante, de 26 anos, foi condenado a dezasseis anos de prisão e a pagar uma indemnização de seiscentos contos à família da vítima por ter estrangulado a ex-companheira Sandra dos Santos durante um desentendimento, onde a vítima queria romper o relacionamento.

O arguido aguardava a sentença em prisão preventiva na Cadeia Regional de São Vicente para onde regressou para cumprir a pena.

Com base no depoimento do arguido e das testemunhas arroladas ao processo, o juiz entendeu que Amarante cometeu um crime de homicídio. De acordo com a autópsia ao corpo de Sandra, foi comprovado que a vítima foi estrangulada no dia 21 de Agosto de 2013, na zona de Fundo Toneca, bairro da Ribeirinha.

 

 

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.