ADECO reclama subsídio da CMSV em falta desde de 2012

29/09/2014 07:34 - Modificado em 29/09/2014 07:34

adecoA ADECO, Associação de Defesa do Consumidor, reclama que a Câmara Municipal de São Vicente desde 2012 não tem dado o subsídio destinado à associação. António Pedro Silva deu a conhecer esta situação durante a 6ª Sessão Ordinária da Assembleia Municipal de São Vicente. E revela que desde 2012, a ADECO tem estado à espera do subsídio sem sucesso e que esta questão tem trazido problemas de funcionamento à ADECO. Acrescenta também que coloca em risco o próprio financiamento da União Europeia já que a ADECO não consegue outros meios para continuar as suas actividades.

 

A ADECO reclama uma verba referente ao segundo semestre de 2012 (250 contos) e aos dois semestres de 2013 (500 contos). No comunicado da ADECO enviado à edilidade e tornado público, pode-se ler que a ADECO quer compreender “como é que a CMSV distribui cheques no montante de 200 contos às equipas campeãs de 2014 e não tem sequer 250 contos para assumir as responsabilidades legais de 2012”.

O presidente da CMSV Augusto Neves, reconhece o compromisso com a ADECO e diz que “a Câmara vai tratar dessa questão assim que a Câmara tiver disponibilidade”. “Nós vamos fazendo as entregas e são muitas associações e a Câmara não pode dar aquilo que não tem”. E garante que vai fazer os pagamentos quando tiver disponibilidade na tesouraria “e não sobre pressão porque a Câmara tem responsabilidades com vencimentos, combustível e essas são as prioridades e os outros compromissos serão resolvidos a seu tempo”, sublinha o edil.

O orçamento de 2015 contempla uma quantia de 200 contos destinada à ADECO.

  1. NUNO FERREIRA

    Não é só a ADECO, O Club Mindelo não recebe a verba de 120.000$ anuais desde 2012

  2. gusto neves

    adeco é responsabilidade do governo central e não da camara

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.