Crianças recebem kits escolares

29/09/2014 07:21 - Modificado em 29/09/2014 07:21
| Comentários fechados em Crianças recebem kits escolares

Foto0178As crianças mais carenciadas da zona do Madeiralzinho recebem kits escolares. Esta iniciativa é do empresário Odair Pinto e de alguns jovens da mesma zona, com o objectivo de ajudarem as crianças, uma vez que estão no início do ano lectivo e há algumas que ainda não têm os materiais escolares. 

 

O percurso de ajudar as crianças mais carenciadas já está com 5 anos. Este ano, as crianças contempladas foram as das zonas da Ribeira Bote – Ilha de Madeira, Vila Nova e Madeiralzinho. E, este ano, já foram apoiadas 320 crianças carenciadas, afirmou o empresário Odair Pinto ao jornal NN.

O empresário explicou ainda a razão que o levou a fazer e a ter esta iniciativa: “é o facto de muitos pais terem dificuldades em comprar materiais escolares. Por exemplo, na zona da Vila Nova, algumas mães levaram-me essa preocupação, pedindo-me para apoiar os seus filhos na compra de um caderno, uma mochila ou outro material escolar e, foi assim que resolvi fazer esta iniciativa”.

Carlos Freitas, avô de uma das crianças disse que gostou “da iniciativa por ter ajudado imenso, pois ainda não tinha comprado todos os materiais escolares para o meu neto”.

Gumersinda Ramos, mãe de uma outra criança acrescentou: “agradeço por terem oferecido o kit escolar ao meu filho, porque ainda eu não tinha comprado materiais porque estou desempregada.”

E por fim, a mãe Djamila disse que “foi uma iniciativa boa terem ajudado os nossos filhos pois há várias crianças que ainda não têm materiais escolares porque há pais que não conseguem fazer as compras para o início do ano lectivo escolar. Foi uma grande ajuda!”

Um dos organizadores do evento, o DJ Bec, disse que andaram de casa em casa na zona do Madeiralzinho à procura das crianças mais necessitadas e convidaram-nas, juntamente com os seus pais, para irem receber os kits no Centro Social da mesma zona.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.