Cabo Verde está na rota de algumas organizações criminosas

26/09/2014 01:10 - Modificado em 26/09/2014 01:10

adrienne-o-nealA Embaixadora dos EUA, Adrienne O’Neal, diz que Cabo Verde está na rota de algumas organizações criminosas e que possui uma importante posição geo-estratégica.

 

Adrienne O’Neal, Embaixadora dos EUA, afirma que Cabo Verde está na rota de algumas organizações criminosas: “o continente africano encontra-se, presentemente, a enfrentar ameaças do crime transnacional, particularmente do tráfego de drogas e lavagem de capitais”. Para a Embaixadora dos EUA, estas actividades ilícitas põem em risco a segurança e a estabilidade regional, os interesses dos países afectados, a comunidade internacional e especificamente, os interesses dos Estados Unidos.

Adrienne O’Neal adianta que Cabo Verde possui uma importante posição geo-estratégica e que é “uma rota atractiva para as organizações criminosas especializadas em actividades ilícitas”.

O Governo dos EUA vai conceder a Cabo Verde 250 mil dólares para os próximos três anos, para a aplicação da Lei de Justiça Penal e apoio no sector cabo-verdiano da justiça e enquadra-se no auxílio ao sector da justiça através de projectos destinados a fortalecer a capacidade da aplicação da lei penal, reforço das instituições ligadas aos sectores da segurança e combate ao narcotráfico.

O memorando que formaliza esse apoio foi assinado pelo Ministro da Justiça, José Carlos Correia e pela Embaixadora dos Estados Unidos da América, Adrienne O’Neal. O memorando mira aumentar a eficácia, o profissionalismo e a responsabilidade do sistema de justiça criminal no arquipélago.

  1. Mindelense

    Caríssima Sra. Adrienne O´Neil, aproveitando o seu importante cargo em Cabo Verde e de grande importância, porque a Sra. não sugere o governo dos EUA que proponha o assinar de um acordo com o FBI, ou mesmo a CIA, entre os dois governos? Em que estas duas instituições de respeito norte americanas enviassem alguns desses agentes para trabalhar aqui no terreno com a Procuradoria da República e Policia Nacional? Fica aqui a ideia!!!

  2. Mindelense

    Caro Mindelense,

    A tua preocupação é legitima mas não te preocupes que esta malta do FBI e CIA, já cá estão e aá anos no meio de nós, se calhar até um deles poderá ser o teu vizinho ou diretor da escola do teu filho.

  3. anete Vital

    Cooperação entre Policias de países diferentes é comum, nomeadamente quando se trata de assuntos tão graves para o Mundo. Sabendo que Cabo Verde se encontra na rota do trafico, a cooperação com a Policia Americana já devia estar a funcionar desde há muito tempo. E garanto-vos que muitos estariam a ver o sol aos quadradinhos antes de começarem as suas diabices.

    Acho que a Sra. O’Neil tem algo a fazer para o bem dos povos. Esperar porquê?

  4. anete Vital

    Acredito que estejam e não hà muitas hipoteses de os apanhar. Mas não é isso que queremos. Queremo-las activas, a ajudar eficazmente a nossa Policia. Pode crer que os assassinos (como os da mãe da Comissària) não actuariam nem uma vez..

  5. anete Vital

    Acredito que estejam e não hà muitas hipoteses de os apanhar. Mas não é isso que queremos. Queremo-las activas, a ajudar eficazmente a nossa Policia. Pode crer que os assassinos (como os da mãe da Comissària) não actuariam nem uma vez..

  6. roxana aguilera

    Nao e’ culpa somente dos criminosos , a pos o ASESINATO da mae da insp da PJ, NINGUEM do GOV, da oposicion, o DIPUTADO algum a feito uma DECLARACAO a la Nacao CV !!!!! Salvo este jornal os restante
    han ficado calados !!!!!! A impunidad esta piramide invertida . Cv tem sua seguranza mexida , recado mandado .

  7. Mateus

    Poquê os EUA nao oferecem meios a CV como Helicópteros, lanchas, equipamentos e outros meios para combater o trafico e o terrorismo.
    250 mil dolares émuito pouco..uma merrecas

  8. Agostinho Fonseca

    Essa gente é discreta e trabalha como deve ser. Não tiram foquetes como uns parvos. Pena é que não têm ajudado a nossa Policia como era (é?) de desejar porque haviam de denunciar, primeiramente, os bandidos de colarinhos brancos que são demais e não cabem na S.Martinho.

  9. Eduardo Oliveira

    Ao Mateus:
    Os acordos se fazem a pedido da parte mais diligente ou interessada. Neste caso. Cabo Verde podia pedir aos EEUU uns aparelhos mesmo de “2a mão”, mostrando a(s) necessidade(s) civis (evaquações urgentes) ou militares defesa maritima. Um ou dois hepicopteros para a América é nada e serviriam uns e outros. Mas o problema é quando entra a sacanice pelo meio; pedir esse tipo de ajuda não serve a alguns porque não hà dinheiro para ser desviado.
    E assim é a raia miuda que paga.)

  10. Cândida Leite

    Ser discreto é a base de qualquer serviço de informação e quando chega a hora actuam. E de qualquer maneira ! Nunca improvisam, não utilizam despeitados, nem pedem para construir mesquitas, p.e. Vejam como caçaram o “genial” Bobu Na Tchuto, homem de patente mas incompetente. Caiu como um pinto.
    O melhor é não nos ocuparmos com o que fazem porque temos outras prioridades tais como estar atento na assinatura dos contratos nacionais.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.