Prevenção: Rastreio do cancro do colo do útero

25/09/2014 07:52 - Modificado em 25/09/2014 07:52
| Comentários fechados em Prevenção: Rastreio do cancro do colo do útero

colo uteroRegista-se em Cabo Verde um número muito grande de mulheres que sofrem de cancro do colo do útero, por isso, a prevenção é o melhor método, pelo que o país precisa implementar um programa nacional de rastreio do cancro do colo do útero.

 

Enquadrado nas actividades da zona da Ribeira Bote, a Liga Cabo-verdiana Contra o Cancro promove um rastreio do cancro do colo do útero durante uma semana, no centro Social da zona da Ribeira Bote.

O rastreio iniciou no dia 20 e prosseguirá até ao próximo dia 27 de Setembro. Durante os três dias, dezenas de mulheres responderam à solicitação da Liga. Na passada segunda-feira, foram realizadas 69 citologias.

Para o ginecologista e obstetra Joaquim Neves, a citologia é o exame mais importante para a saúde da mulher em Cabo Verde, daí a necessidade de implementar um programa nacional para o rastreio do cancro no país.

Segundo o Relatório Nacional da Saúde, em 2010, 47 pessoas foram evacuadas do país devido a tumores malignos (cancro) e 303 cabo-verdianos faleceram devido a tumores ou neoplasias.

Joaquim Neves tem vindo a colaborar com a liga Cabo-verdiana contra o cancro desde Janeiro deste ano. Diz que tem realizado o trabalho de rastreio na ilha da Boa Vista para impedir a proliferação da doença. As mulheres são rastreadas e tratadas em Cabo Verde.

Para o médico, “em Cabo Verde há um panorama muito trágico de mulheres não evacuadas em estado da doença muito avançado em que os médicos não podem fazer rigorosamente nada”. O mesmo avança que a experiência na ilha da Boa Vista tem sido muito frutífera. Em cada cem mulheres é encontrado apenas um cancro na citologia.

Mostra-se satisfeito com o trabalho e diz que tem havido boa afluência por parte das mulheres e recorda que a prevenção é o melhor remédio.

 

 

 

 

 

 

 

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.