Karezza: como ter prazer sem atingir o orgasmo

17/07/2012 10:21 - Modificado em 17/07/2012 10:21
| Comentários fechados em Karezza: como ter prazer sem atingir o orgasmo

Uma técnica chamada Karezza é reconhecida por especialistas por salvar problemas de disfunção sexual.

Karezza, que é derivado da palavra italiana ‘carezza’, significa carinho. É um método que fica longe dos orgasmos, dando apenas atenção ao afeto e não ao clímax. Curiosa?

Muitos casais que descobriram a técnica Karezza afirmam que esta ajudou a salvar os seus casamentos, a injetar mais faísca nas suas vidas sexuais, além de ter terminado, em certos casos, com o hábito de ver pornografia e chegando até a curar casos de disfunção sexual.

A história desta proposta ‘revolucionária’ em termos sexuais remonta ao século XIX: a obstetra Alice Bunker Stockham – a quinta mulher a licenciar-se em medicina nos Estados Unidos – foi a criadora da palavra Karezza, em 1896, e a grande incentivadora do método. Para fortalecer o casamento, a médica defendeu a contenção masculina e também encorajou a que as mulheres evitassem o orgasmo, para que existisse uma igualdade entre ambos os elementos do casal.

Elogiado pelos médicos, o método Karezza está a começar a ser visto como uma alternativa natural ao Viagra e, possivelmente, a cura para a disfunção sexual nos homens ou para a falta de desejo, nas mulheres.

A terapeuta Deb Feintech explicou à ABC News que, “apesar de ser muito radical para os homens, eles acabam por sentir que a intimidade emocional supera de longe qualquer outra emoção.” Desta forma, afirma que tem ajudado não só casais de meia-idade, mas também jovens que casaram recentemente.

Para a escritora, Marnia L. Robinson, autora do livro “Cupid’s Poisoned Arrow” (“A Flecha Envenenada do Cupido”), quando os homens são viciados em pornografia ou têm orgasmos muito frequentes, “nenhuma quantidade de prazer é suficiente, estamos sempre a procura de algo novo”. Em Karezza, fazer amor não tem um fim, a energia sexual continua a fluir, o que faz com que seja o substituto ideal para estes casos, evitando a monotonia sexual.

Além disso, através do carinho e do relaxamento do casal, que desencoraja os preliminares ‘tradicionais’, o Karezza ajuda o cérebro a libertar a hormona ‘do amor’, a oxitocina.

Mas então, como é que funciona o Karezza? Aqui fica um guia para o não clímax:

1. Sorria, mantendo contacto visual

2. Olhem nos olhos um do outro por vários momentos

3. Sincronize sua respiração com a do companheiro

4. Envolva e balance suavemente a cabeça e o tronco de seu parceiro

5. Abracem-se ou fiquem deitados em “conchinha”, sem se mexerem, durante 20 minutos ou meia hora

6. Faça sons de prazer e felicidade sem emitir palavras

7. Acaricie, abrace e massaje com a intenção apenas de conforto, sem ganhar nada em troca

8. Deite-se no peito do seu parceiro, e ouça as batidas do coração dele por alguns momentos

9. Toque e beije os mamilos e o peito um do outro

10. Torne o tempo que estão juntos na cama uma prioridade, mesmo que tenham de acordar cedo na manhã seguinte para trabalhar.

activa.pt

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.