ELECTRA quer apoio das autoridades

23/09/2014 08:07 - Modificado em 23/09/2014 08:07

antonio baptistaNo dia 19 de Setembro foi publicada no Boletim Oficial a lei de combate à fraude e ao furto de energia, mas a mesma entra em vigor só no dia 18 de Dezembro de 2014.

 

Em declarações à RCV, o Director-Geral de Energias, António Baptista disse que a “luta contra a fraude e o furto de energia é uma luta não só da Electra, mas também de todos os parceiros como a Polícia Nacional, a Polícia Judiciária e também o Ministério Público porque dificilmente teremos condições para vencer essa batalha. E essa batalha é para o progresso de Cabo Verde e para a nossa sustentabilidade”.

A lei publicada no Boletim Oficial que institui o regulamento jurídico do combate à fraude e ao furto de electricidade, também inspecciona a distribuição de energia a domicílio.

  1. vanina

    «se vesot que po gente luz gente ta continua roba luz, no que pode fca na escur esse e um palhaçada electra cata po luz bo te roba eje te criobe problema entom vesot espia culpa ta e na bzot

  2. Olhe senhor Adeco. Preste atenção ao seguinte. Sabia que um consumidor de electricidade da Cidade da Praia e outro da Cidade do Mindelo não pagam o mesmo valor pela mesma quantidade de Kilowatts consumidos na sua casa? E sabe Sr. Adeco como a Electra faz a batota para obrigar um consumidor da Praia a pagar mais luz do que um de São Vicente. É muito simples Vou lhe explicar o truque dessa malta ladrona da Electra. O contador de luz de Mindelo faz 750 rotações, mais ou menos durante uma hora e no final dessa rotação marca que o consumidor de Mindelo consumiu 1 kwt de luz. Certo. Compreendeu. O contador da Praia faz o mesmo serviço e faz 600 rotações e marca 1 kwt por hora. Agora multiplique isso 150 rotações que são a diferença entre Mindelo e Praia por um dia de 24 horas e veja a diferença. Num dia então o consumidor da Praia paga mais 3600 rotações ou seja mais 6 kwtts que o consumidor de Mindelo e como 1 kwts são 36.889, então o consumidor da Praia mais 221 escudos por dia o que à volta de 6000 a mais por cada mês. Afinal, qual o trabalho da ARE? E da Adeco?

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.