Palácio do Povo: Mindelenses exigem maior valorização e utilidade

19/09/2014 00:30 - Modificado em 19/09/2014 00:30
| Comentários fechados em Palácio do Povo: Mindelenses exigem maior valorização e utilidade

COOKIE2O Palácio do Povo no Mindelo permanece sem utilidade e os mindelenses exigem uma maior valorização e utilização do espaço que é de todos.

 

Embora recentemente o Palácio do Povo tenha recebido uma Exposição da Diva dos pés descalços, Cesária Évora, os mindelenses consideram que o Palácio não está a ser aproveitado pelo povo. E alguns mindelenses dizem passar pela Rua de Lisboa e não se lembrarem que o Palácio ainda está lá porque foi abandonado e ninguém faz nada para o dinamizar.

Na Rua de Lisboa, frente ao Palácio do Povo, entrevistámos alguns mindelenses que partilharam da mesma opinião.

Euclides da Luz afirma que o Palácio do Povo não é de ninguém porque o povo não faz uso do espaço, por isso, deveria ter outro nome. “É necessário valorizar o que é nosso, não sei se alguém teve a audácia de propor actividades para dar vida ao Palácio do Povo, mas as autoridades deveriam valorizar o património e não deixá-lo morrer”.

Edília Carvalho diz que passa muitas vezes à frente do Palácio, mas caminha despercebida e esquece-se que o Palácio do Povo está ali, porque não é utilizado e não se fazem actividades para dinamizar o espaço. A mesma critica as autoridades responsáveis de abandonarem o espaço.

Já Laurinda Lucas afirma que muitas crianças, até mesmo os jovens não conhecem o Palácio do Povo, porque não se houve falar do espaço. “Esse Palácio pertence apenas aos povos do Governo”. Laurinda diz que é necessário criar condições para ocupar o espaço e dar o devido valor a esse património que é do povo.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.