Varela estava inscrito para o jogo com a Zâmbia: o raio ia cair duas vezes no mesmo lugar

15/09/2014 00:19 - Modificado em 15/09/2014 10:51

Fernando-Varela_Cabo VerdeNo dia do jogo contra a Zâmbia, na primeira lista do onze inicial que foi divulgada, estava incluído o nome de Varela. Ninguém disse nada. O certo é que depois, o nome do jogador foi eliminado da lista. Pois a FCF não sabia se estava castigado ou não. A estarem correctas estas informações avançadas pelo kampion.com, tudo indica que o amadorismo continua a morar na Federação Cabo-verdiana de Futebol. Pior: o raio esteve prestes a cair duas vezes no mesmo lugar.

 

O site kampion.com revelou que Fernando Varela, cuja utilização indevida esteve na origem do afastamento de Cabo-Verde dos paly-off de acesso ao Mundial 2014, estava inscrito para o jogo contra a Zâmbia. Isto quando, quem sabe contar, sabe que o jogador foi punido com quatro jogos e que a punição terminava com o jogo contra a Zâmbia. Aliás, o kampion.com ensina os dirigentes da FCF a contar ao escrever: “Fazendo os cálculos, Fernando Varela foi expulso no jogo contra a Guiné Equatorial e foi excluído pela FIFA e CAF, nos seguintes jogos: Cabo Verde 3-0 Guiné Equatorial (08/06/2013); Cabo Verde 1-0 Serra Leoa (15/06/2013); Níger 1-3 Cabo Verde (06/09/2014) e Cabo Verde 2-1 Zâmbia (10/09/2014). Recorde-se que o jogador foi castigado por quatro jogos mas foi utilizado no jogo Tunísia 0-2 Cabo Verde do dia 07 de Setembro de 2013, jogo que ditou a exclusão de Cabo Verde na prova e à consequente perda dos três pontos”.

De acordo com esse site, a Federação Cabo-verdiana de Futebol quando divulgou a lista dos convocados para os dois jogos de qualificação para o CAN 2015 informou que Fernando Varela não podia defrontar o Níger mas podia jogar contra a Zâmbia. No dia do jogo contra a Zâmbia, na primeira lista do onze inicial divulgada, foi incluído o nome do jogador. Ninguém disse nada. O certo é que depois, o nome de Varela foi eliminado da lista. O kampion.com avança com um explicação: “Hoje em conversa exclusiva com o Kampiom.com, elementos da Federação informaram que o nome dele foi retirado por ‘via das dúvidas, para se evitar o trauma anterior’”.

raioA estarem correctas estas informações avançadas pelo kampion.com, tudo indica que o amadorismo continua a morar na Federação Cabo-verdiana de Futebol. Pior: o raio esteve prestes a cair duas vezes no mesmo lugar. E quando o bálsamo de duas vitórias nos fazia esquecer a dor e as lágrimas pelo afastamento do paly-off de acesso ao Mundial 2014, aí vem a FCF abrir as feridas, porque não sabem “contar os jogos de castigo aplicados aos jogadores”. Mais uma vez estivemos em risco de perder na secretaria o que os nossos jogadores ganham no campo. Este online sempre defendeu e continua a defender a demissão da direcção da FCF para que a culpa não morra solteira e para que o cu não continue a fugir à seringa. Mas em Cabo Verde, a culpa morre solteira para que outros continuem a fazer asneiras na certeza que a culpa morre sempre solteira e a seringa quando vai ao cu, só vai ao cu dos coitados.

 

Eduíno Santos

  1. CidadaoCV

    Pois é … ainda bem que desta vez, em caso de dúvida optaram por não utilizar o Varela. Mas o caso da FCP já não é amadorismo. Já é burrice. Em relação ao senhor jornalista, escusava-se utilizar calão. É preciso ser-se sério.

  2. Camaradas ka nhos cumeti kes tipo de erro, pamode é grave. Que Kabo Verdiano que ka gosta de odja nos Jogadores nas Altas competições.Ka fazi pamode que sta perde é nos.

  3. Albertino pereira

    Sinceramente vocês perderam a noção do ridículo e postura não posso acreditar no que acabo de ler no final do artigo não não pode ser um jornalista com a experiência do Eduino não pode estar a escrever desta forma utilizando expressões pouco dignas e a usar esse meio de comunicação para expressar as suas opiniões pessoais e a sua ira isso é jornalismo medíocre faça favor de perder desculpas a todos que diariamente seguem esse espaço.

  4. JOÃO FORTES

    afinal quando é que vamos punir as pessoas que venderam a seleção nacional. Estão na federação cabo-verdiana de futebol e no ministério dos desportos. Fomos eliminados ou fomos vendidos,

  5. foguense

    xuxadera propi, so palhaçada que dirigentes sta nel. nhos pidi demissão cambadas de patetas!

  6. Barbosa

    Mais uma casca de banana para a Sra Ministra. C’mon wake up adorable Nandinha. Fire the entire staff.

  7. Carlos Silva - Ralao

    Isso seria dose ou mesmo muito triste. Ja tinha gasto quase 5 mil escudos na comeração da vitoria contra Tunisa e mais outros tantos com estas duas vitorias recentes, se isso acontecesse de novo, pediria o reembolso a FCF. Espero que esse pessoal da Direção da FCF tenha mais respeito pelos adeptos, que depois deste desaire, voltaram a confiar e a apoiar a nossa seleção, é só vermos a moldura humana-adeptos que foram ao estadio nacional na Praia!!!!

  8. va

    precisão ter umas aulas de matemática.

  9. ESCLARECENDO!!!!

    O jogo com a Tunísia conta, porque o jogador, embora utilizado indevidamente, cumpriu castigo nesse jogo. (Guiné Equatorial, Serra Leoa, Niger e Tunísia). Logo o Varela podia jogar sim contra a Zâmbia. Mas, na dúvida e amadorismo, o melhor é não utilizar mesmo.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.