Caso Jorge Barbosa: Internautas acham que a ministra está com um bloqueio situacional

12/09/2014 00:42 - Modificado em 12/09/2014 00:42

facebook movel

A notícia da justificação da Ministra da Educação sobre a ordem de mandar um aluno repetir o teste na ESJB está a dar que falar. Os internautas do NN querem ter todas as respostas sobre o caso que está na boca do povo e criticam a Ministra da Educação Fernanda Marques e a psicóloga que analisou o aluno para alegar bloqueio situacional.

 

O internauta Miky Alves escreve em tom de ironia: “palhaçada. Se toda a vez que um aluno tiver bloqueio no teste, repeti-lo, na universidade vou recorrer a um psicólogo para ser o melhor aluno, só nota de 19 valores”. E ainda acrescenta, “palhaçada: os alunos passam o tempo na paródia ou a brincar no FACEBOOK e no dia da prova ficam com medo”.

No fórum do NN, Paulo, professor, escreve: “é isto que o Ministério da Educação quer com essas várias mudanças no sistema de ensino: quantidade e não qualidade. Todos têm que passar à força e, depois, chegam nas universidades e não sabem nada. Isto é uma vergonha, num país que se diz de desenvolvimento médio”. O internauta ainda diz que “a escola não é um depósito de crianças, mas um lugar que, num país sério, deve ter qualidade, pois é onde se formam pessoas para o futuro”.

O internauta CidadaoCV deixa muitas questões que quer ver respondidas, “tudo muito suspeito. Quem é o aluno? Quem são os pais? Quem é o psicólogo? Quem é a “professora”? Qual é a relação existente entre: Ministra, Pais, Psicólogo e Professora? Com que critérios foi elaborado o segundo teste? Imaginem se todos os alunos alegassem “bloqueio psicológico” para fugirem aos testes? Seria um Deus nos acuda nas escolas. Como pai de aluno desta escola apoio a posição da Direcção. Não se podem ter dois pesos e duas medidas. Isto cheira a mais um caso de corrupção”.

John Jusice escreve no fórum: “uma característica de marca desta Ministra é o desrespeito que tem pelos seus colaboradores. Usa-os até à exaustão e depois descarta-os como lixo. O Tonga e a sua equipa deram o seu sangue pela ESJB e fizeram um trabalho incrível ao longo desses anos. Mas a Ministra Fernanda tem de mostrar que é ela quem manda. Nunca vi uma pessoa com tão profundo complexo de superioridade. Neste momento, os seus colaboradores no MED não vêem a hora que ela se vá embora. De certeza que nesse dia haverá…festa.

José Maria Nevada acha interessante: “Interessante é que a Ministra aceita um aluno repetir uma prova depois de ter “uma ansiedade situacional”, quando ele claramente não estava conseguindo tirar a nota que lhe agradava, para logo a seguir, junto do Ministro do Ensino Superior vir dizer que os alunos que saem do Secundário passarão a fazer uma “prova de acesso” para a entrada no Ensino Superior. Prova do quê? Repetida quantas vezes??? Feitas as repetições onde??? Vai brincar Sr.ª Ministra!”.

Outra pessoa apelidada por RTP escreve: “a Ministra parece-me confusa, em muitas coisas que fala. Penso que ela deve estar com um bloqueio situacional, podendo ela corrigir mais uma vez aquilo que fez ou mandou fazer! Ela aceitou a demissão de uma direcção e deixou a mesma direcção no comando da escola?! Porque é que não planificou a ponto de saber se a pessoa que indicou para assumir o cargo tinha como organizar uma direcção?”.

No fórum do NN urukubaka critica a psicóloga que avaliou o aluno: “como aluno do 3º ano de Psicologia acho que é falta de ética do psicólogo visto que não estava presente no momento do teste e não podia avaliar a real situação”.

 

 

  1. CV Crazy

    This is CABO VERDE IN HER BEST

  2. Ministra abusada e sem noção.
    Esse deve ser filhinho da mamãe pois se fosse filho de um coitado ou um outro aluno que estivesse mesmo numa cituação de bloqueio não lhe teriam dado uma oportunidade, e assima de tudo foi um enorme desrespeito para com a direcção da escola.

  3. kimberly salomão

    isto é corupção, mostrar que quem pode, manda. isso é uma gota de água no oceano de burrices que andam a fazer.

  4. bocascv

    Essa MINISTRA É UM FANTOCHE…NA EDUCAÇÃO ELA NUNCA TEVE UMA DECISÃO ACERTADA SO DESUNIU A CLASSE E IMPÔS UM PCCS QUE NUNCA SAIU DE PAPEL E RECLASIFICOU PROFESSORES SEM MUDAR NO SALARIO E COLOCOU NAS ESCOLAS UM CLIMA DE TERROR E PRESEGUISÃO E NEPOTISMO ARROGANCIA E INCOMPETENCIA….E NO DESPORTO NAO TEVE CORRAGE DE DEMITIR PRESIDENTE DE FEDERAÇÃO CABOVERDIANA QUANTO VENDEU A NOSSA QUALIFICAÇÃO PARA MUNDIAL 14….ELA DEVIA SE DEMITIR MAS URGENTEMENTE POSSIVEL…..JOSE MACACAO NEPOTISMO MUDA MED

  5. António Moastre

    Toda a pessoa que se interessa com questões da educação deveria encarar a ansiedade nos testes e exames como um problema real. Estudos sobre a prevalência e incidência da ansiedade em alunos, tem evidenciado o aumento dos níveis de ansiedade em situações de avaliação, particularmente nos anos de transição de níveis de escolaridade.

  6. António Moastre

    Embora esses dados não se refiram a realidade cabo-verdiana, as variáveis identificadas como responsáveis são observadas aqui (interacções punitivas com adultos “avaliadores”, altas e por vezes irrealistas expectativas e exigências dos pais e outros adultos significativos, aumento da competitividade por bolsas de estudo e emprego, etc)

  7. António Moastre

    Sabemos igualmente da investigação em psicologia da educação e psicologia cognitiva que a ansiedade influencia negativamente o rendimento em tarefas cognitivas (capacidade de processamento de informação, funcionamento da memória e atenção) e especificamente no rendimento escolar.

  8. António Moastre

    Este aluno de psicologia deveria estudar mais, em vez de tentar denegrir um futuro colega e a sua futura profissão. Eu lhe explico como o psicólogo podia avaliar a “situação real”. Poderia, por exemplo, aplicar um instrumento para avaliar o nível de ansiedade do aluno no momento da avaliação. Depois entrevistava o aluno para identificar os sintomas que este experimentou na situação e a sua interpretação das “pistas” provenientes dos dados fisiológicos que experimentava.

  9. fatima Barbosa

    ninguém ainda nao analisou esse tipo de prova que foi aplicada.Não existe na lei de avaliação nenhum artigo que mande paralizar aulas para em todos os periodos para testes que não as pgi’s e pgn’s.já contabilizaram quantas aulas não dadas durante o ano? Onde está a iNspeção gera- O resto de troca de bocas é de caracter e aproveitamento politico
    qquer aluno que tenha faltado uma prova pode fazer uma outra já não vos aconteceu caros politicos. Procurem conhecer os meandros iniciais ..

  10. António Moastre

    … comparava o relato do aluno com os indicadores de ansiedade sugeridos pela investigação em psicologia, a resposta emocional significativa apropriada por parte do aluno, a estrutura lógica, embora espontânea da narração, etc. depois poderia explorar as hipóteses alternativas para a história relatada (incluindo a simulação). Depois de tudo isso, poderia concluir perfeitamente se o relato do aluno era coerente (ou não) com um quadro de ansiedade que poderia interferir na realização do teste.

  11. António Moastre

    Não somos obrigado a saber de tudo, o que me parece inadequado é pôr em causa o trabalho de um profissional que se desconhece, baseando-se exclusivamente na nossa ignorância e desinformação.

  12. Amarildo Andrade

    Identifica quem è o aluno, è filho de quem ….. e logo sai a conclusao

  13. Fatima

    Mas isso é o cúmulo. É corrupção sem sombra de dúvida e esse psicólogo e toda essa cambada que armou essa palhaçada devem ser primos, amigos e comparsas. Essa Ministra devia ter vergonha na cara

  14. João luis

    O nosso sistema está todo ele corrompido, desde a Educação até a saúde, há muito tempo. precisamos de um ensino e saúde qualidade para todos os caboverdianos. Precisa-se melhorar o sistema para se poder melhorar a vida das pessoas e dar um novo RUMO a Nação. Caboverdianos estejam atentos, o futuro a vós pertence.

  15. Amilcar Lopes da Cos

    A esta ministra desde que entrou no Ministerio da educacao nada de concreto fez. Fez somente a gestao do dia a dia. Arrogante, quando questionada pelos jornalistas, tem a mania de dizer que os assuntos do seu ministerio, que ela nao discute na comunicacao social. A Nanda como ‘e conhecida, entre os mais proximos foi sempre arrogante. Perguntem aos professores do Fogo, como exercia o cargo da delegada do ministerio da educacao nos idos anos 80. A Unica saida para a nandinha ‘e pedir a sua demiss.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.