PR quer mais atrevimento e ousadia nas relações internacionais

10/09/2014 15:57 - Modificado em 10/09/2014 15:57

O Presidente da República quer que Cabo Verde seja mais atrevido e ousado nas relações internacionais. O PR defendeu que o nosso País tem a necessidade de “ser suficientemente inteligente nas relações internacionais, nesta altura e que a crise afecta os seus principais parceiros”. Não se sabe se esta posição de JCF, assumida, ontem em conferência de imprensa, é uma crítica a diplomacia cabo-verdeana, um conselho ao governo ou apenas uma constatação. O certo é que o PR ao sugerir parceiros para por em prática o “ atrevimento e ousadia” não apresenta nenhuma novidade nem mostra um caminho para “ser suficientemente inteligente nas relações internacionais” diferente do que até hoje a diplomacia cabo-verdeana tem procurado desde da independência nacional passando pelo que ele foi Ministro dos Negócios Estrangeiros.

  1. anete Vital

    A Descentralização pode ser um grande veiculo de aberturas intra e extra muros na medida em que està provada a mà politica de acumulação de poderes e, até certo ponto, sujeita à indevida aplicação de directivas partidàrias.
    O proprio Presidente bem o sabe e jà falou bem alto do que pensa sobre a necessidade de uma Regionalização que serà também uma abertura administrativa, comercial e cultural.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.