Mundial Basquetebol: Espanha e EUA facilmente nos “quartos”

8/09/2014 00:42 - Modificado em 8/09/2014 00:42
| Comentários fechados em Mundial Basquetebol: Espanha e EUA facilmente nos “quartos”

basket usaA Espanha, a jogar em casa, esmagou este sábado o Senegal, por 89-56, e apurou-se para os quartos de final do Mundial2014 de basquetebol, com uma excelente exibição do poste Pau Gasol Em Madrid, o jogador dos Chicago Bulls acertou todos os lançamentos de dois pontos (oito em oito) e foi o melhor marcador da partida, com 17 pontos, tendo ainda contribuído com cinco ressaltos, num expressivo triunfo da seleção espanhola, que já vencia ao intervalo por 41-28.

 

O seu irmão, Marc Gasol, registou nove pontos, seis ressaltos e quatro assistências, enquanto Serge Ibaka terminou o jogo com 11 pontos e seis ressaltos. Calderon e Reyes alcançaram ambos 11 pontos, num encontro em que Espanha utilizou todos os 12 jogadores.

 

Do lado do Senegal, uma das equipas surpresa da competição, Badji ainda lutou contra a superioridade espanhola, marcado 12 pontos e registando sete ressaltos.

 

Nos “quartos”, a Espanha vai defrontar quarta-feira a França, atual campeão europeia, que hoje ultrapassou a Croácia, por 69-64. Nicolas Batum, com 14 pontos, e Fournier, com 13, foram as figuras da equipa francesa, enquanto os 27 pontos e os seis ressaltos de Bognadovic de nada valeram aos croatas.

 

No primeiro jogo o dia, os Estados Unidos, atuais campeões, apuraram-se com facilidade para os quartos de final após bater o México por 86-63, com o base Stephen Curry em destaque. Em Barcelona, num embate entre “vizinhos”, o base dos Golden State Warriors somou 20 pontos, incluindo seis triplos, quatro assistências e três ressaltos, num jogo em que os norte-americanos já venciam ao intervalo por 42-27.

 

Além de Curry, que tem sido a principal figura dos Estados Unidos neste Campeonato do Mundo, o extremo Kenneth Faried contribuiu com oito pontos e oito ressaltos e Klay Thompson alcançou 15 pontos e cinco ressaltos. O poste DeMarcus Cousins fez 12 pontos e sete ressaltos. Destaque para os 100 por cento de eficácia dos norte-americanos na linha de lance livre, com cinco em cinco lançamentos.

 

No final do terceiro período, os campeões mundiais lideravam por uns pesados 66-38 e acabaram por “relaxar” um pouco últimos minutos. Do lado dos mexicanos, de nada valeu o bom jogo de Gustavo Ayon, poste dos Atlanta Hawks, que registou 25 pontos e oito ressaltos. Os Estados Unidos vão defrontar nos “quartos” a Eslovénia, que bateu a República Dominicana, por 71-61, com 18 pontos de Zoran Dragic.

 

record.pt

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.