Silvino Andrade é condenado pela morte do pai

5/09/2014 00:06 - Modificado em 4/09/2014 21:04

cadeiacadeia

O Juízo Crime da Comarca da Ribeira Grande, na ilha de Santo Antão, decidiu sentenciar Silvino Andrade com vinte e um anos de prisão efectiva e uma indemnização aos familiares de mil e quatrocentos contos, pelo crime de homicídio agravado.

 

Silvino Andrade mais conhecido por “Manhoc”, de 42 anos, foi condenado a vinte e um anos de prisão efectiva e a pagar aos familiares uma indemnização de mil e quatrocentos contos por ter matado o pai Manuel Andrade de 72 anos, em 21 de Fevereiro deste ano.

Em tribunal, o acusado confessou o crime e disse que tinha uma relação selvagem com os familiares. “Manhoc” já tinha passagem pela Polícia, tinha problemas mentais e vinha ameaçando os familiares de morte.

O arguido aguardava a sentença em prisão preventiva na Cadeia Regional de São Vicente para onde regressou para cumprir a pena.

É de salientar que Silvino Andrade estrangulou o pai em 21 de Fevereiro deste ano, na zona de Tanque, Santo Antão. A causa da morte de Manuel Andrade foi asfixia e alguns golpes na cabeça.

 

  1. katia

    esse juiz deveria de ser transferido para sao vicente … muito bem . e para um selvagem desses merecias pena de morte. pena nao ter em cabo verde… que deus de um descanso ao velhote . e que os outros reclusos tratem desse macaco na cadeia de sao vicente. bandido , nao e para ter uma unica visita DURANTE O RESTO DA PENA, AH E ESSE NAO DOU 1 ANO PARA SE SUICIDAR…

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.