DJ Caju Roque: “Portimão foi uma actuação inédita”

5/09/2014 00:15 - Modificado em 4/09/2014 20:45
| Comentários fechados em DJ Caju Roque: “Portimão foi uma actuação inédita”

10656451_932287260120569_2005480917_n (1)O Dj Caju Roque é natural de São Nicolau onde é professor do EBI. Caju já tocou no estrangeiro e a actuação em Portugal foi a que mais o marcou. O jovem de 24 anos toca com amor para cativar o público e, enquanto toca, vai dançando.

 

Odair Roque é apelidado como DJ Caju Roque e iniciou a sua carreira como DJ em 2005, ainda no Liceu em festas da escola. Segundo ele, a sua carreira expandiu na cidade de Assomada quando foi estudar “com o DJ Wilson que gostou de me ouvir tocar e acompanhava-me sempre”.

O DJ Caju Roque já tocou em São Nicolau, Santiago, São Vicente, Santo Antão e Sal e já teve convites para as outras ilhas: “já tive convites, mas as ligações de avião dificultam muito”. O jovem Dj de apenas 24 anos já tocou em Portugal e na Holanda. Para Caju Roque, a actuação em Portugal foi a que mais o marcou: “a actuação em Portugal foi inédita”. Caju diz que ao tocar tenta transmitir amor para cativar um bom número de pessoas.

O estilo do Dj Caju Roque é Electro, house e afrohouse e quando as pessoas não estão a aderir muito, o Dj toca afrohouse, “é o mais conhecido”.

Questionado se o salário que recebe como Dj compensa, Caju diz que os DJ deveriam ser mais valorizados em Cabo Verde, porque para ele, um DJ é um artista. Segundo o jovem, antes de tocar prepara o seu repertório com diferentes géneros musicais, “tenho uma base de dados onde preparo as minhas músicas conforme o ambiente e toco todos os estilos”.

O DJ Caju não tem receio de ter menos trabalho com a entrada de muitos DJ no mercado. “Cada um tem o seu lugar de acordo com o seu trabalho. Caju diz que iniciou, os pais eram contra esse trabalho, mas agora apoiam-no: “sou muito congratulado pelos familiares e amigos”. O Dj Caju já lançou um projecto com músicas mixadas denominado befree e tocou-as em Portugal.

 

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.