Melhor solução seria uma intervenção de fundo

3/09/2014 00:14 - Modificado em 2/09/2014 22:47
| Comentários fechados em Melhor solução seria uma intervenção de fundo

IMG_5347O Ex-Liceu Velho sofreu uma intervenção que mudou a cara do edifício histórico mas que não agradou às pessoas. Nas redes sociais várias foram as críticas das pessoas à forma como a obra foi feita. O primeiro item refere-se ao facto que foram pintadas apenas duas fachadas e uma foi deixada de fora. Todas as críticas podem ser lidas numa foto publicada no facebook.

 

A fachada que foi deixada de fora foi retomada e está a ser alvo de pintura. Mas levanta-se a questão sobre a melhor forma de intervir no edifício. Tratando-se de um edifício histórico, qualquer intervenção tem de respeitar o traço arquitectónico.

Para o edifício, o aconselhável seria uma intervenção de fundo como nos fazem saber alguns arquitectos da ilha. É que mais cedo ou mais tarde a pintura vai cair e, como exemplo que este tipo de intervenção não dura muito, é o próprio Palácio do Povo que em 2010 sofreu uma intervenção e que já dá sinais de deterioração. Outra questão nesta intervenção é a incompatibilidade de materiais usados hoje e de há alguns anos.

A melhor sugestão seria um levantamento exaustivo do edifício. E dentro deste levantamento, estaria o relatório de patologias que afecta a estrutura, o estado avançado dessas patologias e ainda o tipo de intervenção ideal.

Mas fica a dica que a intervenção actual não é a melhor e dura pouco.

 

 

 

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.