DJ Letra: já tocou na África do Sul

2/09/2014 00:18 - Modificado em 2/09/2014 00:18
| Comentários fechados em DJ Letra: já tocou na África do Sul

letrodDj Letra é natural de São Vicente e toca em todos os tipos de eventos. Como Dj, Letra começou a fazer sucesso na abertura do show de Gabriel o Pensador em 1990 e já tocou na África do Sul, actuação que o marcou mais na vida. Com a entrada de novos DJ no mercado, Letra sente-se mais motivado.

 

Lenine Machel apelidado como DJ Letra iniciou como Dj em 1998 mas a sua carreira tem duas fases: “iniciei como Dj Hip Hop, forma de Dj profissional que usa gira-discos”. Letra começou a tocar nas festas há cinco anos. Dj Letra diz que não tem razões para reclamar, “muitas pessoas dão-me os parabéns e felicitam-me pelo bom trabalho”.

Letra já tocou em muitos lugares em São Vicente e na maioria dos eventos importantes é sempre convidado. Já tocou em Santo Antão, São Nicolau, Praia e Sal e quer tocar em todas as ilhas: “é um prazer conhecer outro público para tocar”. Também já tocou na África do Sul.

O estilo do Dj de 38 anos é HipHop, Raga, Reggae, mas isso não exclui outros estilos de música tipo House, techno.

A actuação que o marcou mais foi na abertura do festival de Handshow na África do Sul, onde Letra acompanhou uma Dj feminina: “estava com um público exagerado, o maior público que já vi na minha vida”.

Ao tocar, Letra tem um sentimento inexplicável, “é como se estivesse fora de mim”. Fica satisfeito quando as pessoas gostam de ouvi-lo tocar e, para ele, é isso que dá mais satisfação para fazer o melhor trabalho possível, pois é importante manter o povo sempre gostando do trabalho”.

Para Letra, quando as pessoas não estão a aderir às músicas é necessário mudar de estratégia, “mudar de ritmo, estilo de música ou tentar fazer algo que seja fora do normal, que as pessoas não estão acostumadas a ver, nem a ouvir”.

Com a entrada de novos DJ no mercado, Letra sente-se mais motivado: “não vejo os como uma concorrência mas sim como um motivo para continuar atento e fazer coisas novas”. Letra sente-se satisfeito e acolhe os novos DJ que querem entrar para esta carreira. “Sinto-me feliz e recebo-os de braços abertos e tento transmitir-lhes um pouco do meu conhecimento”. Para Letra, o salário que ganha como Dj compensa mas não satisfaz por completo.

Letra faz parte de um grupo Party up DJ, juntamente com o Dj Vavá e o Dj Fatboy onde se completam uns aos outros: “cada um tem o seu estilo e damos o máximo para fazê-lo e somos bem aceites, cada um com o seu melhor”.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.