Monte Sossego: Indivíduos utilizam gás para assaltar três residências

13/07/2012 00:56 - Modificado em 16/07/2012 07:54

A zona de Monte Sossego registou três assaltos à residência, na qual os gatunos utilizaram um gás para adormecer os residentes. O ataque sucedeu na madrugada de domingo e entre as vítimas estava um cidadão francês que viu a casa ser assaltada pela segunda vez. Segundo o que apuramos os roubos foram perpetrados por três indivíduos com gorros na cara e munidos de facas e ferros.

 

O NN apurou que três residências foram assaltadas no Monte Sossego. Os assaltantes roubaram televisores, portáteis, telemóveis, dinheiro, objectos em ouro e objectos pessoais. Quem não escapou a um segundo assalto foi um francês, que reside há cinco anos na ilha de São Vicente. Da primeira vez os gatunos agrediram-no com um pau e levaram cerca de 15 mil escudos e alguns mobílias. Agora os lárapios utilizaram um gás para adormecer o cidadão para levar parte do recheio da casa. Segundo ele “no domingo levantei com os olhos a arder e ao acender a luz vi que alguém havia entrado na minha casa. Constatei que tinham-me roubado 7 mil escudos que estavam dentro de uma cômoda, também levaram um televisor plasma, uma mini-aparelhagem, uma máquina de café, um microondas, maços de cigarro e algumas peças em ouro”.

Para além da casa deste cidadão francês, outras duas residências foram atacadas e os gatunos utilizaram o mesmo método de acção. Mas desta feita, um dos moradores constatou a presença de três indivíduos no seu quarto. “Vi três sujeitos com gorros na cara e luvas a deitar um gás no meu quarto, depois disso fiquei tonto e adormeci. No dia seguinte confirmei o assalto, onde levaram dinheiro, uma TV, DVD, vários CD´s, objectos de uso pessoal, cinco telemovésis e dois portáteis”.

Uma terceira residência foi atacada pelos lárapios, porém levaram apenas objectos de uso pessoal, uma vez que os propreitários utilizaram uma pistola para afugentar os assaltantes. Questionado sobre a forma com os gatunos conseguiram penetrar no interior das casas, as vítimas responderam que podem ter entrado saltando uma parede existente nas traseiras das residências.

  1. João do Carmo

    Atenção a esses tipos de assaltos, como pode acontecer num mesmo dia tantos assaltos dessa envergadura.Vejam se não há nenhuma ligação com as empregadas domésticas em cedência de chaves das moradias aos assaltantes para fazerem cópias, pois é a casos de algumas que vivem com delinquentes e outros onde são ameaçados e acabam por entregar as chaves para esses copiarem e vão fazer o serviço de madrugada. Mas será que ninguém viu nenhum movimento estranho por essas banda a noite??????????’ estranho.

  2. Dje Guebara

    Toda a gente deveriam de estar armados para cuando estes indesejaveis vem a roubar, que lhes matam e lhes deitam la no fundo de lixeira. Porquerias da sociedade caboverdeana.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.