Problemas de electricidade no Mindelo

1/09/2014 08:07 - Modificado em 1/09/2014 08:07

luzEm São Vicente, as pessoas têm passado nos últimos dias por alguns constrangimentos de electricidade que geram descontentamento. Muitas pessoas já tiveram alimentos e conservas estragados pois, com o calor, os alimentos duram pouco.

 

Os cidadãos esperam que a ELECTRA resolva rapidamente o problema pois, com este calor, não se pode ficar muito tempo sem energia uma vez que os alimentos e as conservas se estragam rapidamente, de modo a evitar constrangimentos e prejuízos. Maria Lima já não consegue viver sossegada sem energia eléctrica: “é que é algo que precisamos. É sempre difícil viver e trabalhar sem ela. Com as novas tecnologias, a energia eléctrica não pode faltar durante muito tempo”. Para ela, à noite ficam mal acostumados, “não conseguimos ver televisão e nem andar dentro de casa”.

A doméstica Fernando Fortes adianta que com os sucessivos cortes de energia eléctrica alguns alimentos e conservas que tem no frigorífico já se estragaram: “já estragaram algumas conservas e os electrodomésticos também se podem queimar”.

Para os comerciantes, a falta de energia eléctrica tem dificultado a vida com a gestão dos produtos congelados. Pedro Mota afirma que com os cortes constantes de energia é muito difícil gerir a loja, pois muitas pessoas não compram. “Os produtos congelados começam a descongelar-se e os frescos como as bebidas, ficam quentes”. Filomena, outra comerciante, é da mesma opinião e acrescenta que “perdemos dinheiro, pois muitas pessoas não compram os produtos que já se estão a descongelar e nem as bebidas que não estão frescas e isso pode fazer-nos perder clientes nesta vida difícil de ser comerciante”.

Não foi possível ouvir a ELECTRA sobre os repetidos cortes no Mindelo, pelo que continuaremos a tentar.

  1. Carlos Fortes

    Alguns anos atras e por uma casualidade encontrei com um técnico de maquinas na Cidade de Amesterdão e após uma pequena troca de palavras apresentei-me como caboverdiano. Por mera casualidade ele confirmou-me tambem que tinha trabalhado por algum tempo na Electra em S.Vicente dando assistência técnica.
    Ele perguntou-me se os problemas de apagoes e cortes de luz tinham desaparecido em S.Vicente pelo que lhe respondi que infelizmente já habituamos a essa caotica situação.
    Com um sorriso irónico ele retorquiu: – quando trabalhei na Electra eu e os meus colegas holandeses despíamos as nossas roupas e vestíamos o nosso fato de macaco e na hora exacta estávamos no nosso posto de trabalho.
    Horas depois chegavam os intitulados de “engenheiros” caboverdianos todos de “fato e gravata” e só observavam o que fazíamos com as nossas mãos sujas de óleo. Nem se quer eles estendiam um dedo quanto mais pegar numa chave de fenda.
    Claro que enquanto perdurar esta mesquinha mentalidade dos vossos chamados “técnicos superiores” os apagoes e os cortes de luz serão o pao nosso de cada dia no vosso País, que a propósito é muito lindo e em especial muito romântico nas noites de apagão.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.