Laginha: movimento não satisfaz

29/08/2014 09:36 - Modificado em 29/08/2014 09:36

laginhaNo Verão, o epicentro da cidade sai da morada e vai para a zona da Laginha. Zona que sofre um incremento do número de pessoas não só para passearem na praia mas também para frequentarem as zonas de lazer e convívio que a Laginha oferece, tais como discotecas, bares com música ao vivo e outros serviços.

 

Mas, apesar do movimento, os responsáveis de alguns estabelecimentos estão a classificar este Verão como o pior dos últimos tempos. É que no Verão, apesar das muitas pessoas que frequentam a zona, o movimento foi “muito fraco”, dizem os responsáveis das esplanadas da Laginha. E acrescentam que este ano tem sido uma tristeza.

“Pode haver muitas pessoas nas ruas mas isso não significa aumento nas vendas”, diz Tucha do Bar Holanda. Está há três anos à frente do bar e diz que nunca viu a Laginha com uma cara “desgostosa” como este ano. “Quando vires que o Bar Holanda não faz noites cabo-verdianas todos os dias, quer dizer que alguma coisa não está bem”, comenta Tucha.

A crise é apontada como uma das razões pelo fraco movimento. “Para estes dois estabelecimentos, os emigrantes não têm tido dinheiro para gastar. Mas para todos, a situação tem sido difícil, até mesmo para manter os negócios. E num comentário, os responsáveis das esplanadas da Laginha dizem que “as pessoas correm para a luz, para os lugares mais caros”, referindo-se aos dois estabelecimentos de maiores dimensões na área.

Falando com a supervisora da esplanada Caravela, Iva Nilda do Rosário, a mesma faz outro balanço do Verão. Apesar da diminuição do movimento, diz que foi bom e que foi o que estavam à espera: “tem sido satisfatório. Em termos de venda sempre conseguimos vender no Verão e isto é notável. Conseguimos alcançar os objectivos”, afirma.

Para Iva Nilda do Rosário tudo tem corrido bem, devido também ao ponto estratégico que o Caravela ocupa.

  1. CidadaoCV

    “As pessoas correm para a luxo”… As pessoas procuram qualidade de serviço. E convenhamos, a qualidade dos serviços do citado bar não é boa.

  2. esquiiiiiiiiiiiiiiii

    Mais bares na Laginha e menos emigrantes na terra é claro que o negócio não pode ser o mesmo. Mas engraçado é que estão todos cheios durante todo o dia.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.