Santo Antão: espaço de isolamento e ambulância preparados para eventuais casos de Ébola

29/08/2014 09:28 - Modificado em 29/08/2014 09:28

ÉbolaOs Delegados de Saúde da ilha de Santo Antão reuniram-se e chegaram à conclusão que o único espaço de isolamento da ilha será no Hospital Regional e que haverá uma única ambulância disponibilizada para o transporte de eventuais doentes de Ébola que possam surgir em qualquer localidade.

 

O Delegado de Saúde da Ribeira Grande, Dr. Paulo Graça diz que os Delegados de Saúde dos três concelhos e a Directora substituta do Hospital Regional estiveram numa reunião na semana passada onde discutiram as questões do plano de contenção que está em curso. “Foi identificado um local de isolamento, o Hospital Regional, e não vamos utilizar viaturas de qualquer forma, mas temos uma viatura que já identificamos” e que já está estacionada no local.

De acordo com a RCV, já foi criada uma equipa de profissionais de saúde que se encarregará exclusivamente dos casos de doentes da Ébola e as Delegacias de Saúde da ilha de Santo Antão estão a ministrar formações para médicos, enfermeiros, auxiliares e recepcionistas, agentes da Polícia Nacional, Bombeiros, pessoal de saneamento das Câmaras Municipais entre outros, com vista a prepará-los para saberem o que fazer caso surja algum caso de ébola na ilha. “Ou seja, a parte de sensibilização da população e também de preparação dos profissionais de saúde, para saberem o que fazer em cada etapa e em cada momento e saberem dirigir qualquer eventualidade”.

O Hospital João Morais já está preparado para receber um caso de Ébola. “As autoridades sanitárias estão a trabalhar e já têm criadas quase todas as condições para enfrentarem um eventual caso de Ébola na ilha”. O que falta de momento são equipamentos de protecção específicos para o tratamento de doentes com Ébola, pelo que, no caso de surgimento da doença, terão de começar a utilizar os equipamento disponíveis no Hospital até que o Ministério da Saúde faça chegar os equipamentos específicos à ilha de Santo Antão.

  1. baldoque

    Não entendi nada. Mas qual hospital em Cabo Verde tem isolamento necessário para casos de Ébola. NENHUM!!!!!. Vão dar banho ao cão. Se chegar o Ébola, saimos nós para sete palmos debaixo do chão. Esperemos é que não chegue. (Se nem um Laboratório de despistagem temos, agora vamos ter para…)

  2. jorge brito

    fico muito satisfeito por saber que ja esta em marcha um plano de contençao no caso de aparecimento de algum caso deste terrivel doença mas espero que haja mais informaçao por que sou bombeiro valuntario da ribeira grande e ainda assim como os meus colegas que possom vir alidar com esse doentes que espero e fasso voto que nao apressem mas nao tivemos nenhum informaçao nem formaçao com lidar com esta doença

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.