Acordo de Pesca com a UE num impasse

28/08/2014 00:28 - Modificado em 28/08/2014 00:28

jmn5O Primeiro-ministro José Maria Neves, afirma que os municípios têm de deixar de brincar à política. Isto devido ao facto de alguns municípios estarem descontentes porque não receberam o valor da taxa ecológica referente a 2011/12/13. “Relativamente aos municípios, queria apelar à serenidade e responsabilidade.

 

Nós não podemos brincar à política. Temos que ter responsabilidade e serenidade da gestão da coisa pública”, faz saber Neves. Isto porque alguns municípios tencionam mostrar o seu descontentamento através de acções concretas.

Neves informa também que a União Europeia e Cabo Verde ainda estão em negociações para a revisão do acordo de pesca que termina no final do mês. Como revela o primeiro-ministro, a União Europeia considera que Cabo Verde está a “pedir um montante muito elevado”.

E este valor tem sido o principal centro da discussão na renovação do acordo. Número que Neves não revela. “Queremos defender os interesses do país mas o valor que estamos a pedir pela exploração dos nossos mares por parte dos barcos da União Europeia é considerado elevado pelas autoridades europeias e é por isso que, neste momento, há um impasse”, sublinha Neves.

 

  1. CidadaoCV

    Pois é … o acordo anterior é que é uma grande xuxadeira. Pagar a CV cerca de 20 mil contos anuais para exploração dos mares, até eu pagava.

  2. Pela honestidade

    Brincar a política, é não pagar o que a lei estipula aos municípios e depois mandar um funcionário do Estado mentir ao país, ao afirmar que a receita arrecadada com a taxa ecológica não é transferida aos municípios. Em abono da verdade e da seriedade digo que 40% da taxa ecológica é para se transferir aos municípios. Todos têm obrigação de falar a verdade e não enganar os jornalistas e os cabo-verdinos

  3. Arlindo Monteiro

    1 kilo de atum na europa vai para mais de 40 euros.
    Pescam sempre mais do que devam para além de deitarem fora peixes que não lhes convém, neste caso os mais pequenos, razão pelas qual muitas vezes depara-se com peixes mortos nas praias,o que por si so ja constitui prejuizos.
    Em conversas com elementos do setor, em S.Tomé, fui informado de que, por falta de contrôle, os europeus pescam 3x mais do que o acordado.
    O Pais acha fazer um bom negocio enquanto que…
    Problema é controlar. Como?

  4. Cabral

    Meus senhores, temos que ser mais inteligentes! Todo esse pescado deveria ser tratado e conservado em cabo verde, assim estaria resolvida uma parte significante do desemprego nesse arquipélago.

  5. Cv no coração

    És omi sta brinca k kaboverdiano. El te pude responsabilidade a políticos de cabo verde kel k el ka tem responsabilidade e serinidade de gestão de coisas públicas. Agora me ta pergunta se nos mares tem tanto coisas ka explora pmd k no ka ta explora anos pá dps nu exporta os Europa? Desde q djafazedo tanto investimento no setor da pesca.

  6. Vizi

    O pior Negociação feita que o governo fez em todos os tempos, agora não temos Peixes para alimentação o Sr. Neves ja vendeu todos para os brancos.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.